Campos de registro de dados do eventos de linha de base

Informações sobre os campos de registro de dados do evento de linha de base, conforme registrados pelo Sensor.

Campo Descrição
c-ip

O endereço IP do cliente, conforme incluído na solicitação feita ao servidor.

Exemplo: 207.68.146.68

cs(cookie)

Os cookies enviados pelo cliente com a solicitação.

Exemplo: v1st=42FDF66DE610CF36; ASPSESSIONIDQCATDAQC=GPIBKEIBFBFIPLOJMKCAAEPM;

cs(referrer)

A string do referenciador HTTP enviada pelo cliente para o servidor com a solicitação.

Exemplo: http://www.mysite.net/cgi-bin/websearch?qry

Se você estiver usando tags de página, o cs(referrer) será o URL completo do documento que contém a imagem da tag, incluindo HTTP ou HTTPs.

Além disso, é possível configurar o Apache (1.3, 2.0 e 2.2) e os sensores do IIS para capturar a porta usada para a solicitação, que pode identificar solicitações HTTP versus HTTPS.

cs(user-agent)

A string enviada pelo cliente com sua solicitação para o servidor que indica qual tipo de agente do usuário é o cliente.

Exemplo: Mozilla/5.0 (Windows; U; Windows NT 5.1; en-US; rv:1.7) Gecko/20040707 Firefox/0.9.2

cs-method

O tipo de método da solicitação HTTP

Exemplo: GET

Referência: http://www.w3.org/TR/2000/NOTE-shoplogfileformat-20001115/#field_method

cs-uri-query

A parte da sequência de consulta do URI (tronco + sequência de consulta = URI)

Isso é precedido por um ponto de interrogação (?) e podem conter um ou mais pares nome-valor separados por "E" comercial (&).

Exemplo: page=homepage

cs-uri-stem

A parte do tronco do URI (tronco + sequência de consulta = URI)

O tronco é o caminho real ou lógico para o recurso solicitado no servidor.

Exemplo: /index.asp

sc(content-type)

O tipo de conteúdo do recurso que está sendo solicitado pelo cliente, conforme relatado pelo servidor.

Exemplos: text/html, image/png, image/gif, video/mpeg

sc-bytes

O número de bytes de dados enviados do servidor para o cliente em resposta à solicitação.

Exemplo: 4996

sc-status

O código de status retornado ao cliente pelo servidor.

Exemplo: 200

Referência: http://www.w3.org/Protocols/rfc2616/rfc2616-sec10.html

s-dns

O nome de domínio ou endereço IP totalmente qualificado do host do recurso solicitado.

Exemplo: www.omniture.com

experimento com x

A lista de todos os nomes e grupos de experimentos controlados dos quais o cliente é membro no momento da solicitação.

Exemplo: Home_Exp.Group_1,Registration_Exp.Group_2

x-timestamp

A data e a hora (GMT) em que a solicitação foi recebida pelo servidor.

O tempo é expresso como o número de 100 nanossegundos desde 1º de janeiro de 1600.

Exemplo: 12771098932000000 seria o valor de carimbo de data e hora x para 11:28:52.0000000 na terça-feira, 13 de setembro de 2005.

x-trackingid

O valor hexadecimal de 64 bits do identificador exclusivo do navegador encontrado em um cookie persistente, conforme definido por um Sensor e fornecido pelo cliente com uma solicitação para um servidor.

Exemplo: 42FDF66DE610CF36

O data workbench server pode derivar diversas variáveis dos campos de registro de dados do evento da linha de base. Para obter mais informações, consulte o Guia de Configuração do Conjunto de Dados.

Nesta página