Editar o arquivo de configuração de processamento de log

Etapas para editar o arquivo Log Processing.cfg para um perfil de conjunto de dados.

  1. Ao trabalhar no perfil do conjunto de dados, abra o Profile Manager e clique em Dataset para mostrar seu conteúdo.

    Para obter informações sobre como abrir e trabalhar com o Profile Manager, consulte o Guia do Usuário do Data Workbench.

    OBSERVAÇÃO

    Pode existir um subdiretório Log Processing no diretório Dataset. Esse subdiretório contém os arquivos Log Processing Dataset Include que foram criados para um ou mais perfis herdados. Consulte Arquivos de inclusão do conjunto de dados.

  2. Clique com o botão direito do mouse na marca de seleção ao lado de Log Processing.cfg e clique em Make Local. Uma marca de verificação para este arquivo aparece na coluna User.

  3. Clique com o botão direito do mouse na marca de seleção recém-criada e clique em Open > in Workstation. A janela Log Processing.cfg é exibida.

    Você também pode abrir o arquivo Log Processing.cfg de um Transformation Dependency Map. Para obter informações sobre mapas de dependência de transformação, consulte Ferramentas de Configuração do Conjunto de Dados.

  4. Edite os parâmetros no arquivo de configuração usando a tabela a seguir como guia.

    Ao editar o arquivo Log Processing.cfg em uma janela do Data Workbench, você pode usar teclas de atalho para recursos básicos de edição, incluindo recortar ( Ctrl+x ), copiar ( Ctrl+c) , colar ( Ctrl+v ), desfazer ( Ctrl+z ), refazer ( Ctrl+Shift+z ), selecionar seção (clicar+arrastar) e selecionar tudo ( Ctrl+a ). Também é possível usar os atalhos para copiar e colar o texto de um arquivo de configuração ( .cfg) para outro.

    OBSERVAÇÃO

    Um arquivo Log Processing Dataset Include para um perfil herdado contém um subconjunto dos parâmetros descritos na tabela a seguir, bem como alguns parâmetros adicionais. Consulte Arquivos de inclusão do conjunto de dados.

    Parâmetro Descrição
    Fontes de log As fontes de dados. Consulte Fontes de log .
    Hora de Término

    Opcional. Filtre os dados para incluir entradas de log com carimbos de data e hora, incluindo desta vez. O Adobe recomenda usar um dos seguintes formatos para o momento:

    • 1 de janeiro de 2013 HH:MM:SS EDT
    • 1 de janeiro de 2013 HH:MM:SS GMT

    Por exemplo, especificar 29 de julho de 2013 00:00:00 EDT como a Hora de término inclui dados até 28 de julho de 2013, às 11:59:59 EDT. Consulte Filtros de dados .

    Você deve especificar um fuso horário. O fuso horário não assume GMT como padrão se não estiver especificado. Para obter uma lista de abreviações de fuso horário compatíveis com o servidor do Data Workbench, consulte Códigos de fuso horário .

    Observação: O parâmetro Usar Tempos de Início/Término para Sensor , arquivo de log e fontes XML está relacionado a esse parâmetro. Consulte as seções de Fontes de log que discutem esses tipos de origem.

    Campos Opcional. O Adobe recomenda definir Campos em um ou mais arquivos de Inclusão do conjunto de dados de processamento de log. Consulte Arquivos de inclusão do conjunto de dados de processamento de log .
    Bytes de Chave Máximos do Grupo

    Quantidade máxima de dados de evento que o servidor pode processar para uma única ID de rastreamento. Os dados que excedem esse limite são filtrados do processo de construção do conjunto de dados. Esse valor deve ser definido como 2e6 quando a divisão de chave está ativa e 1e6 quando a divisão de chave não está ativa. Consulte Divisão de chave .

    Observação: Não altere esse valor sem consultar o Adobe.

    Limite de hash

    Opcional. Fator de amostragem para a subamostragem aleatória de linhas. Se definida como um número n, somente uma de cada IDs de rastreamento n inserirá o conjunto de dados, reduzindo o número total de linhas no conjunto de dados por um fator n.

    Para criar um conjunto de dados que requer 100% de precisão (ou seja, para incluir todas as linhas), você define o Limite de Hash como 1.

    Valores:

    Limite de hash = 1 (100% dos dados incluindo todas as linhas).

    Limite de hash = 2 (1/2 de dados e inclui metade das linhas).

    Limite de hash = 3 (1/3 de dados e inclui uma de três linhas, mas é arredondado para 34% em Conclusão de consulta)

    Limite de hash = 4 (1/4 dos dados e inclui uma de quatro linhas).

    Observação: Usar um Limite de hash = 8 fornece 1/8 dos dados, que são 12,5%. No entanto, o valor de Conclusão de Consulta é arredondado para 13% para esse valor. Exemplos adicionais incluem um Limite de hash = 6 que resulta em 17% de resolução de consulta. Um Limite de hash = 13 resulta em 8% de resolução de consulta.

    Se Limite de Hash for especificado nos arquivos Log Processing.cfg e Transformation.cfg , ele não será aplicado em sequência; o valor máximo definido em qualquer arquivo de configuração se aplica. Consulte Filtros de dados .

    Condição de entrada de log Opcional. Define as regras pelas quais as entradas de log são consideradas para inclusão no conjunto de dados. Consulte Condição de entrada de log .
    Reprocessar

    Opcional. Qualquer caractere ou combinação de caracteres pode ser inserida aqui. Alterar esse parâmetro e salvar o arquivo na máquina do servidor do Data Workbench inicia o reprocessamento de dados.

    Consulte Reprocessando e Retransformação .

    Dividir espaço do bucket da chave

    Parâmetro envolvido na divisão de chave. Seu valor deve ser 6e6 quando a divisão de chave estiver ativa. Consulte Divisão de chave .

    Observação: Não altere esse valor sem consultar o Adobe.

    Dividir Bytes de Chave

    Parâmetro envolvido na divisão de chave. Seu valor deve ser 1e6 quando a divisão de chave estiver ativa e 0 quando a divisão de chave não estiver ativa. Consulte Divisão de chave .

    Observação: Não altere esse valor sem consultar o Adobe.

    Proporção de espaço da chave dividida

    Parâmetro envolvido na divisão de chave. Seu valor deve ser 10 quando a divisão de chave estiver ativa. Consulte Divisão de chave .

    Observação: Não altere esse valor sem consultar o Adobe.

    Estágios

    Opcional. Os nomes dos estágios de processamento que podem ser usados nos arquivos do conjunto de dados de processamento de log Incluem . As etapas de processamento fornecem uma maneira de ordenar as transformações definidas nos arquivos de Inclusão do Conjunto de Dados de Processamento de Log. Esse parâmetro é muito útil se você tiver definido uma ou mais transformações em vários arquivos de Inclusão do Conjunto de Dados de Processamento de Log e desejar que transformações específicas sejam executadas em pontos específicos durante o processamento do log.

    A ordem em que você lista os estágios aqui determina a ordem em que as transformações nos arquivos de Inclusão do Conjunto de Dados de Processamento de Log são executadas durante o processamento de log. O pré-processamento e o pós-processamento são estágios integrados. O pré-processamento é sempre a primeira etapa e o pós-processamento é sempre a última. Por padrão, há um estágio nomeado chamado Padrão.

    Para adicionar uma nova etapa de processamento

    • Na janela Log Processing.cfg , clique com o botão direito do mouse em Estágios e clique em Adicionar Novo > Estágio .
    • Insira um nome para o novo estágio.

    Para excluir uma etapa de processamento existente

    • Clique com o botão direito do mouse no número correspondente ao estágio que deseja excluir e clique em Remover < #stage_number .

    Observação: Quando você especifica um Estágio em arquivos de Inclusão do Conjunto de Dados de Processamento de Log, o nome do palco deve corresponder exatamente ao nome inserido aqui. Consulte Arquivos de inclusão do conjunto de dados .

    Hora inicial

    Opcional. Filtre os dados para incluir entradas de log com carimbos de data e hora nesse momento ou depois dele. O Adobe recomenda usar um dos seguintes formatos para o momento:

    • 1 de janeiro de 2013 HH:MM:SS EDT
    • 1 de janeiro de 2013 HH:MM:SS GMT

    Por exemplo, especificar "29 de julho de 2013 00:00:00 EDT" como a Hora de início inclui dados a partir de 29 de julho de 2013, às 12:00:00 EDT. Consulte Filtros de dados .

    Você deve especificar um fuso horário. O fuso horário não assume GMT como padrão se não estiver especificado. Para obter uma lista de abreviações de fuso horário compatíveis com o servidor do Data Workbench, consulte Códigos de fuso horário .

    Observação: O parâmetro Usar Tempos de Início/Término para Sensor , arquivo de log e fontes XML está relacionado a esse parâmetro. Consulte as seções de Fontes de log que discutem esses tipos de origem.

    Fuso horário

    Opcional. Fuso horário do servidor do Data Workbench usado para conversões de tempo (como a conversão representada pelo campo x-local-timestring) durante o processamento de log.

    Observação: Você deve especificar o Fuso Horário se quiser acessar o campo de tempo convertido durante a fase de processamento de log da construção do conjunto de dados. Caso contrário, o servidor do Data Workbench registrará um erro nos logs de eventos.

    Consulte Fusos horários .

    Transformações Opcional. O Adobe recomenda definir transformações para processamento de log em um ou mais arquivos de Inclusão do Conjunto de Dados de Processamento de Log. Consulte Arquivos de inclusão do conjunto de dados de processamento de log .
  5. Clique com o botão direito do mouse (modified) na parte superior da janela e clique em Save.

  6. No Profile Manager, clique com o botão direito do mouse na marca de seleção de Log Processing.cfgna coluna User, em seguida, clique em Save to > <dataset profile name para que as alterações feitas localmente tenham efeito. O reprocessamento dos dados começa após a sincronização do perfil do conjunto de dados.

    OBSERVAÇÃO

    Não salve o arquivo de configuração modificado em nenhum dos perfis internos fornecidos pelo Adobe, pois as alterações são substituídas ao instalar atualizações nesses perfis.

    Para obter mais informações sobre como reprocessar seus dados, consulte Reprocessando e Retransformação.

Nesta página