Exportar segmento

É possível criar facilmente uma definição de Exportação de segmento na visualização Tabela de detalhes no Cliente do Data Workbench.

Além disso, Segment Exports combina automaticamente seus resultados a um único servidor, em vez de produzir resultados parciais em cada DPU que você deve combinar usando um processo externo. Você pode criar um arquivo de exportação de segmento, salvá-lo no Profile Manager e fazer upload do arquivo de saída para um servidor de sua escolha.

Para configurar o servidor de exportação de segmentos

O recurso Segment Export cria um único arquivo de saída no servidor de exportação de segmento, em vez de arquivos de saída separados criados em cada DPU. Normalmente, o servidor de exportação de segmentos é configurado para ser executado no FSU.

No diretório Dataset\ no Profile Manager, abra o Segment Export.cfg na Workstation e especifique o endereço do servidor. (Seu endereço pode ser um IP ou um nome de domínio totalmente qualificado.):

Esse é o IP do servidor do Data Workbench que recebe os resultados da exportação do segmento. Essa é uma configuração única. Se Segment Export.cfg não estiver presente, as exportações não serão executadas.

Para configurar os diretórios de exportação

Para fins de segurança, os executáveis ou arquivos em lote executados após a exportação de um segmento devem residir no diretório Scripts\ configurável do servidor de exportação de segmento.

O .part e a saída final devem residir no diretório de exportações configuráveis. O comando a ser executado existe em Argumentos de Comando e Comando. As instâncias do %file% nos Argumentos de Comando serão substituídas pelo caminho do arquivo de saída.

OBSERVAÇÃO

Novo na Data Workbench 5.4, a pasta \Exportações é criada automaticamente. Os diretórios de exportação anteriores configurados antes da versão 5.4 exigiam um prefixo Exportações\ antes do nome do arquivo para cada exportação de segmento. A adição desse prefixo agora é redundante.

  1. Em Communications.cfg no servidor de destino para Segment Exports, adicione um SegmentExportServer à lista de servidores. (Exemplo mostrado em vermelho).

    Diretório de exportações: Especifica onde colocar .part e arquivos de saída. Pode ser um diretório compartilhado.

    Diretório de scripts: Especifica o diretório de onde todos os arquivos executáveis ou em lote são executados.

  2. Access Control.cfg, no mesmo servidor, adicione acesso de leitura/gravação ao URI /SegmentExportServer/ ao Grupo de acesso dos servidores de cluster:

  3. Altere seus arquivos .export:

  4. Para cada perfil, o Segment Export.cfg está localizado no diretório Dataset, com o seguinte conteúdo:

    Segment Export = SegmentExport:
    Segment Export Server = serverInfo:
    Port = int: 80
    Address = string: 192.168.5.128 (for example) Use SSL = bool: false
    
  5. Verifique se os diretórios mencionados no Diretório de exportações e no Diretório de scripts existem.

    Somente executáveis e arquivos em lote no diretório Scripts podem ser executados como o comando de uma exportação de segmento.

Para criar um arquivo de exportação de segmento

  1. Em um espaço de trabalho, crie uma Tabela de detalhes mostrando subconjuntos de dados (Visualização > Tabela de detalhes) e adicione atributos.

  2. Se desejar, faça seleções no espaço de trabalho. (Qualquer seleção ou filtro é aplicado à exportação.)

  3. No cabeçalho da Tabela de detalhes, clique com o botão direito do mouse e selecione Create Segment Export File.

  4. Em Save as, digite um nome para o arquivo .export.

  5. No arquivo .export, configure os parâmetros conforme necessário.

    Quaisquer seleções ou filtros no espaço de trabalho são incorporados no arquivo de exportação.

  6. Salve o arquivo .export.

    O arquivo salvo é exibido no Profile Manager para que você salve no servidor. Quando você salva o arquivo no servidor, a exportação é iniciada.

Nesta página