Sobre arquivo de dados e fonte de dados para atributos do cliente

As exigências de arquivos de dados e várias fontes de dados para fazer upload dos atributos do cliente na Experience Cloud.

Você precisará acessar o CRM ou dados semelhantes da sua empresa. Os dados dos quais você fez upload na Experience Cloud devem ser um arquivo .csv. Ao fazer upload via FTP ou sFTP, você também fará upload de um arquivo .fin.

Os atributos do cliente foram criados para lidar com alguns arquivos por dia. Para mitigar o problema de um grande número de arquivos pequenos que atrasam o processamento, os arquivos enviados dentro de 30 minutos após o envio de um lote anterior da mesma organização são encaminhados para uma fila de prioridade mais baixa.

Tipos de arquivo permitidos e requisitos de nomenclatura

Tipo de arquivo Descrição

.csv

Um arquivo de valores separados por vírgula (como um criado no Excel). Esse arquivo contém os dados do Atributo do cliente.

Requisitos de nomenclatura: verifique se as extensões de nome do arquivo não contêm espaços em branco.

.fin

(Obrigatório) O arquivo .fin informa ao sistema que você terminou de fazer upload dos dados. O nome do arquivo .fin deve corresponder ao nome do arquivo .csv.

A Adobe recomenda criar um arquivo de texto vazio com uma extensão .fin. Um arquivo vazio economiza espaço e tempo de upload.

Observação: não é permitido renomear um arquivo .fin após fazer o upload. O upload do arquivo .fin deve ser realizado separadamente e não pode ser um arquivo renomeado que tenha sido carregado anteriormente.

Depois de fazer upload do arquivo .fin no FTP de atributos do cliente, o sistema recupera os dados rapidamente (em um minuto). Isso é diferente de outros sistemas com base em FTP da Adobe, que coletam os dados com menos frequência (aproximadamente um por hora).

O arquivo .fin não é necessário ao usar o método de upload arrastar e soltar.

.gz ou .zip

.gz (gzip) ou .zip - para arquivos compactados. Um arquivo .zip não pode conter mais de um arquivo no acervo.

Requisitos de nomenclatura: o nome do .zip ou .gz deve corresponder ao nome do .csv. Por exemplo, se o arquivo .csv for crm_small.csv, o arquivo .zip será crm_small.csv.zip.

O arquivo .fin deve corresponder ao .csv.

Requisitos para os arquivos de dados do atributo

CSV de exemplo

O arquivo CSV deve seguir o seguinte formato:

O mesmo arquivo exibido em um editor de texto:

Diretrizes

Item Descrição

Arrastar e soltar

O arquivo de arrastar e soltar deve ter menos de 100 MB.

O arquivo .fin não é necessário ao usar o método de upload arrastar e soltar.

Coluna ID do cliente

A primeira coluna deve ser um identificador exclusivo do cliente. A ID usada deve corresponder à ID transmitida ao Serviço da Experience Cloud ID.

No Analytics, a ID que está sendo armazenada em uma prop ou eVar.

Para o Target, o valor setCustomerID. (Consulte Analytics & Adobe Target - sincronização da ID do cliente )

Essa ID do cliente é o identificador exclusivo que seu CRM usa para cada pessoa no banco de dados. As outras colunas são atributos provenientes do seu CRM. Você escolhe quantos atributos serão carregados.

Recomendamos usar nomes amigáveis e legíveis nos cabeçalhos da coluna, embora isso não seja obrigatório. Ao validar o esquema após o carregamento, é possível mapear nomes amigáveis para as linhas e colunas carregadas.

Sobre as IDs do cliente

Normalmente, uma empresa usa uma ID do cliente de um sistema de CRM. Essa ID é definida ao utilizar a chamada setCustomerIDs quando uma pessoa faz logon. Essa ID também é usada como a chave do arquivo CRM que é carregado para a Experience Cloud. ID alias é um nome amigável para um armazenamento de dados no Audience Manager, onde os dados do alias são armazenados. O sistema envia aliases para esse armazenamento de dados (via setCustomerIDs). O arquivo CRM é aplicado aos dados nesse armazenamento de dados.

Para obter informações sobre setCustomerIDs, consulte IDs do cliente e estados de autenticação.

Cabeçalhos e colunas subsequentes

Os cabeçalhos subsequentes devem representar o nome de cada atributo.

Essas colunas devem conter atributos do cliente que vêm do CRM.

Limites do atributo

Você pode fazer upload de centenas de colunas de .csv para o serviço de atributos do cliente na Experience Cloud. No entanto, ao configurar assinaturas e selecionar atributos, os seguintes limites poderão ser aplicados dependendo das suas soluções:

  • Analytics Standard: 3 total
  • Analytics Premium: 200 por conjunto de relatórios
  • Adobe Target Standard: 5
  • Adobe Target Premium: 200

Limites de linha

Não há limite conhecido para o número de linhas.

Limites de coluna

Para praticidade, limite o número de colunas para cerca de 200.

Limites de caracteres

Ao criar uma assinatura do Analytics, os comprimentos de campo dos arquivos carregados são truncadas para 255.

Diretrizes FTP e limites de tamanho

  • O limite de tamanho máximo do arquivo para FTP é de 4 GB para cada upload.
  • Limite mínimo do tamanho de arquivo de 10 mb para cada upload.
  • É possível carregar um arquivo a cada meia hora.
  • Você deve colocar seu arquivo .csv (e .fin) na pasta raiz do site FTP.

Importante: o espaço total permitido para a conta do FTP é 40 GB. É sua responsabilidade excluir arquivos processados.

Requisitos de arquivo

Cada fonte de atributo deve conter o mesmo número de campos separados por vírgulas.

Os campos que contêm quebra de linha, aspas duplas ou vírgulas devem ser citados.

Os caracteres de aspas dupla em um campo devem ser evitados com uma barra invertida (\).

Colunas em branco são armazenadas como nulo .

Vários arquivos

Ao fazer upload dos dados do atributo do cliente, se você tiver vários arquivos dos quais deseja fazer upload rapidamente e, sobretudo, se os arquivos forem grandes, verifique se o arquivo anterior foi processado antes de fazer upload do próximo arquivo. Sendo assim, os atributos do cliente estão associados ao visitante por toda a vida útil do perfil do visitante no Analytics.

Na verdade, dividir um arquivo grande em arquivos menores e enviá-los rapidamente pode atrasar o processamento, a menos que seja possível garantir que cada arquivo seja completamente processado antes do envio do próximo.

Codificação de caracteres

Para o Japão, UTF-8 é obrigatório.

Dados históricos

Os atributos do cliente estão ligados ao perfil de visitante subjacente no Analytics. Sendo assim, os atributos do cliente estão associados ao visitante por toda a vida útil do perfil do visitante no Analytics. Isso inclui comportamentos registrados antes do primeiro logon do cliente.

Se você usa o método de preenchimento retroativo do Data Warehouse, os dados são ligados a um post_visid_high/low com base na ID do Analytics (AID). Se estiver usando o Serviço da Experience Cloud ID, os dados serão vinculados a um post_visid_high/low com base na Experience Cloud ID (MID).

Feeds de dados

Os atributos do cliente não estão disponíveis nos feeds de dados.

Uso de múltiplas fontes de dados

Ao criar, modificar ou excluir fontes de atributos do cliente, ocorre um atraso de até uma hora antes de as IDs começarem a ser sincronizadas com a nova fonte de dados.

A ID do alias de cada fonte de atributo do cliente deve ser exclusiva. Se você tiver múltiplas fontes de dados que utilizam a mesma ID, elas deverão ser configuradas da seguinte maneira:

Em VisitorAPI.js ou na ferramenta da Experience Cloud ID no Dynamic Tag Management:

Defina duas IDs do cliente que correspondam às fontes de dados apropriadas:

Visitor.setCustomerIDs({ 
     "ds_id1”:"123456", 
     "ds_id2":"123456" 
});

(Consulte IDs do cliente e Estados de autenticação para obter mais informações.)

Em Experience Cloud > People > Atributos do cliente:

Crie duas fontes de atributos de clientes usando IDs de aliases exclusivos que correspondentes às IDs de cliente apresentadas acima. Usar este método permite que a mesma ID de referência seja enviada para diversas fontes de atributo do cliente.

Nesta página