Criação de um fluxo de trabalho

Esta seção detalha os principais princípios e as práticas recomendadas para criar um novo workflow.

Princípios operacionais do workflow

Um workflow é uma sequência de atividades configuráveis. Cada atividade tem uma função específica no processo. O resultado de cada atividade é encaminhado à atividade seguinte por uma transição, representada por uma seta.

O tipo de dados trocado entre uma atividade e outra pode afetar a forma como as atividades seguintes são configuradas. Por exemplo, se uma população for estabelecida antes da atividade de delivery de email, ela poderá servir como destino do email em questão.

É possível abrir atividades para verificar ou editar parâmetros antes ou depois de executar o workflow.

É possível abrir transições para verificar se os dados enviados estão corretos durante ou após a execução do workflow. Para acessar a visualização detalhada das transições, é necessário marcar a opção Keep interim results na seção Execution das propriedades do workflow.

CUIDADO

Essa opção consome bastante espaço do disco e foi projetada para ajudar a criar um fluxo de trabalho e garantir a configuração e o comportamento adequados. Deixe-a desmarcada nas instâncias de produção.

Criação de um workflow

Você pode criar um workflow a partir de um programa, de uma campanha ou da lista de atividades de marketing.

A criação de uma atividade de marketing é detalhada na seção Criar atividades de marketing.

  1. Depois de começar a criar uma atividade de marketing do tipo workflow, selecione o template que você deseja usar.

    Observação

    Cada atividade de marketing oferece vários tipos por padrão. Você pode pré-configurar determinados parâmetros de acordo com as suas necessidades. Para obter mais informações, consulte a seção Gerenciar templates.

  2. Insira as propriedades gerais do workflow.

    É possível inserir um nome no campo Label e modificar a ID. O nome da atividade e a ID são exibidos na interface, mas não são visíveis pelos recipients da mensagem.

    Observação

    Você pode criar seu workflow em uma campanha pai a partir da lista de atividades de marketing. Esse workflow pode ser vinculado a uma campanha por meio da seleção de uma campanha que já foi criada.

    É possível adicionar uma descrição que o usuário pode ver no conteúdo da campanha.

    Como facilita a localização e a solução de problemas se não estiverem executando da forma esperada, a Adobe recomenda que os workflows tenham nomes e rótulos adequados: preencha o campo de descrição do workflow para resumir o processo para que o operador possa entender facilmente.

  3. Confirme a criação da atividade. Em seguida, o painel da atividade será exibido. Para obter mais informações, consulte a seção Interface de fluxo de trabalho.

  4. Quando o workflow estiver pronto para ser configurado, você poderá acessar opções adicionais clicando no botão Edit properties. Por exemplo, é possível definir um fuso horário específico para usar por padrão em todas as atividades do workflow. Por padrão, o fuso horário do workflow é aquele definido para o operador atual do Campaign.

Tópicos relacionados:

Adição e vínculo de atividades

Você deve definir as várias atividades e as vincular no diagrama.

Observação

Se a paleta não for exibida, clique no primeiro botão na barra de ferramentas para exibi-la.

Atividades são agrupadas por categoria dentro das diferentes seções da paleta.

Criação do diagrama:

  1. Adicione uma atividade, arrastando-a da paleta e soltando-a no diagrama.

    Por exemplo, adicione uma atividade Start e depois uma atividade Email delivery no diagrama.

  2. Vincule as atividades, arrastando a atividade de transição Start e soltando-a na atividade Email delivery.

    Observação

    Você pode vincular automaticamente uma atividade à atividade anterior, colocando a nova atividade no final da transição da anterior.

  3. Adicione as atividades necessárias e vincule-as para concluir seu workflow.

    Observação

    Você também pode duplicar atividades existentes, copiando-as. Dessa forma, você mantém as configurações que foram originalmente definidas. Para obter mais informações, consulte Duplicar atividades do workflow.

Assim que suas atividades de workflow estiverem vinculadas, você poderá personalizar as transições entre elas com o rótulo de sua escolha. Para fazer isso, clique duas vezes na transição para acessar suas propriedades.

Além disso, as atividades Targeting e Data management (ETL) permitem definir códigos de segmento para suas transições de saída. Em seguida, você poderá criar relatórios com base nesses códigos de segmento para medir a eficiência das suas campanhas de marketing. Para obter mais informações, consulte esta seção.

Casos de uso de workflow:

Configuração de atividades

Por padrão, as atividades não estão definidas e não processarão os dados corretamente se não estiverem configuradas. Cada atividade contém várias guias para gerenciar configurações específicas e opções genéricas de atividades, como transições de saída, rótulos etc.

  1. Verifique se todas as atividades estão conectadas corretamente. Algumas atividades exigem a detecção da estrutura ou da natureza dos dados recebidos para oferecer as opções de configuração corretas.
  2. Clique duas vezes em uma atividade ou selecione-a e clique na ação Edit contextual para abrir sua janela de configuração.
  3. Edite o rótulo da atividade.
  4. Defina todas as opções diferentes de que você precisa para processar os dados. Consulte a seção específica da atividade dessa documentação para saber mais sobre as opções possíveis para cada atividade.
  5. Salve a atividade e repita essas operações para cada atividade do workflow.
  6. Salve o workflow.

Nesta página