Configurar instâncias

Para usar os recursos de mensagens transacionais, é necessário configurar as instâncias de controle e de execução. Você pode usar:

  • Uma instância de controle associada a uma ou várias instâncias de execução
  • Várias instâncias de controle associadas a várias instâncias de execução
IMPORTANTE

As extensões de schema afetaram os recursos usados pelos workflows técnicos do Centro de Mensagens em instâncias de controle ou de execução precisam ser duplicadas nas outras instâncias usadas pelo módulo de mensagens transacionais.

Você também precisa especificar e conectar as instâncias de execução à(s) instância(s) de controle.

Todas as etapas necessárias para configurar e conectar as instâncias de controle e de execução são descritas nesta seção.

IMPORTANTE

A instância de controle e a instância de execução devem ser instaladas em máquinas diferentes. Elas não podem compartilhar a mesma instância do Campaign.

Configure a instância de controle

Para conectar a instância de controle e as instâncias de execução, primeiro é necessário criar e configurar uma conta externa do tipo Execution instance na instância de controle. Portanto, uma vez publicado, os templates de mensagem transacional podem ser implantados nas instâncias de execução.

Se estiver usando várias instâncias de execução, será necessário criar quantas contas externas houver instâncias de execução.

OBSERVAÇÃO

Quando as instâncias de execução são usadas por várias instâncias de controle, os dados podem ser divididos por pasta e por operador. Para obter mais informações, consulte Usar várias instâncias de controle.

Criar uma conta externa

OBSERVAÇÃO

As etapas abaixo devem ser executadas na instância de controle.

Para criar uma conta externa do tipo Execution instance, aplique o seguinte:

  1. Vá para a pasta de Administration > Platform > External accounts.

  2. Selecione uma das contas externas do tipo instância de execução fornecidas com o Adobe Campaign, clique com o botão direito do mouse e escolha Duplicate.

  3. Altere o rótulo de acordo com suas necessidades.

  4. Selecione a opção Enabled para tornar a conta externa operacional.

  5. Especifique o endereço do servidor no qual a instância de execução está instalada.

  6. A conta deve corresponder ao Agente do Centro de Mensagens conforme definido na pasta do operador. Por padrão, a conta integrada fornecida pelo Adobe Campaign é mc.

  7. Digite a senha da conta conforme definido na pasta do operador.

    OBSERVAÇÃO

    Para evitar digitar a senha sempre que fizer logon na instância, especifique o endereço IP da instância de controle na instância de execução Para obter mais informações, consulte Configurar a(s) instância(s) de execução.

  8. Especifique o método de recuperação a ser usado pela instância de execução. Os dados a serem recuperados são encaminhados à instância de controle pela instância de execução para adicionar a uma mensagem transacional e a arquivamentos de eventos.

    A coleta de dados ocorre por meio de um serviço Web que usa o acesso HTTP/HTTPS ou através do módulo Federated Data Access (FDA).

    OBSERVAÇÃO

    Observe que ao usar FDA em HTTP, somente as instâncias de execução usando um banco de dados PostgreSQL são compatíveis. Não há suporte para bancos de dados MSSQL ou Oracle.

    O segundo método (FDA) é recomendado se a instância de controle tiver acesso direto ao banco de dados das instâncias de execução. Caso contrário, escolha o acesso do serviço Web. A conta FDA para especificar coincide com a conexão com os bancos de dados das várias instâncias de execução criadas na instância de controle.

    Para obter mais informações sobre o Federated Data Access (FDA), consulte esta seção.

  9. Clique em Test the connection para verificar se a instância de controle e a instância de execução estão vinculadas.

Ao usar várias instâncias de execução, repita essas etapas para criar quantas contas externas houver instâncias de execução.

Identificar instâncias de execução

Cada instância de execução deve ser associada a um identificador exclusivo para diferenciar o histórico de cada instância de execução ao visualizá-lo na instância de controle.

Esse identificador pode ser atribuído a cada instância de execução manualmente. Nesse caso, essa etapa deve ser executada em cada instância de execução. Para fazer isso, use o assistente de implantação conforme detalhado abaixo:

  1. Abra o assistente de implantação em uma instância de execução.

  2. Vá para a janela Message Center.

  3. Atribua o identificador escolhido à instância.

  4. Repita as etapas acima em cada instância de execução.

O identificador também pode ser automaticamente atribuído. Para fazer isso, vá para a control instance e clique no botão Initialize connection.

Configure a(s) instância(s) de execução

OBSERVAÇÃO

As etapas abaixo devem ser executadas na(s) instância(s) de execução.

Para conectar as instâncias de execução à instância de controle, siga as etapas abaixo.

Para que a instância de controle possa se conectar à instância de execução sem ter que fornecer uma senha, basta digitar o endereço IP da instância de controle na seção de direitos de acesso do Centro de Mensagens No entanto, senhas vazias são proibidas por padrão.

Para usar uma senha vazia, vá para as instâncias de execução e defina uma zona de segurança limitada ao endereço IP do sistema de informações que entrega os eventos. Essa zona de segurança deve permitir senhas vazias e aceitar conexões do tipo <identifier> / <password>. Para obter mais informações, consulte esta seção.

OBSERVAÇÃO

Quando as instâncias de execução são usadas por várias instâncias de controle, os dados podem ser divididos por pasta e por operador. Para obter mais informações, consulte Usar várias instâncias de controle.

  1. Em uma instância de execução, vá para a pasta do operador ( Administration > Access management > Operators ).

  2. Selecione o agente Message Center.

  3. Selecione a guia Edit, clique em Access rights e depois clique no link Edit the access parameters….

  4. Na janela Access settings, clique no link Add a trusted IP mask e adicione o endereço IP da instância de controle.

Ao usar várias instâncias de execução, repita essas etapas para cada instância de execução.

Use várias instâncias de controle

Você pode compartilhar um cluster de execução com várias instâncias de controle. Esse tipo de arquitetura requer a seguinte configuração.

Por exemplo, imagine que sua empresa gerencie duas marcas, cada uma com sua própria instância de controle: Controlo 1 e Controlo 2. Duas instâncias de execução também são usadas. É necessário inserir um operador diferente do Centro de Mensagens para cada instância de controle: um operador mc1 para a instância de Controle 1 e um operador mc2 para a instância de Controle 2 .

Na árvore de todas as instâncias de execução, crie uma pasta por operador (Pasta 1 e Pasta 2) e restrinja os dados de cada operador à sua pasta.

Configurar instâncias de controle

OBSERVAÇÃO

As etapas abaixo devem ser executadas nas instâncias de controle.

  1. Na instância de controle Control 1, crie uma conta externa por instância de execução e insira o operador mc1 em cada conta externa. O operador mc1 será criado em todas as instâncias de execução (consulte Configurar instâncias de execução).

  2. Na instância de controle Control 2, crie uma conta externa por instância de execução e insira o operador mc2 em cada conta externa. O operador mc2 será criado em todas as instâncias de execução (consulte Configurar instâncias de execução).

    OBSERVAÇÃO

    Para obter mais informações sobre como configurar uma instância de controle, consulte esta seção.

Configurar instâncias de execução

OBSERVAÇÃO

As etapas abaixo devem ser executadas nas instâncias de execução.

Para usar várias instâncias de controle, essa configuração deve ser executada em TODAS as instâncias de execução.

  1. Crie uma pasta por operador no nó Administration > Production > Message Center: Folder 1 e Folder 2. Para obter mais informações sobre criação de pastas e visualizações, consulte esta página.

  2. Crie os operadores mc1 e mc2 duplicando o operador do Centro de Mensagens fornecido por padrão (mc). Para obter mais informações sobre criação de operadores, consulte esta seção.

    OBSERVAÇÃO

    Os operadores mc1 e mc2 devem ter os direitos de Message Center execution e não podem ter acesso ao console do cliente do Adobe Campaign. Um operador deve estar sempre vinculado a uma zona de segurança. Para obter mais informações, consulte esta seção.

  3. Para cada operador, marque a caixa Restrict to information found in sub-folders of e selecione a pasta relevante (Folder 1 para o operador mc1 e Folder 2 para o operador mc2).

  4. Forneça permissões de leitura e gravação ao operador para sua pasta. Para fazer isso, clique com o botão direito do mouse e selecione Properties. Em seguida, selecione a guia Security e adicione o operador relevante (mc1 para Folder 1 e mc2 para Folder 2). Verifique se as caixas Read/Write data estão marcadas.

Nesta página