[v7]{class="badge informative" title="Aplicável ao Campaign Classic v7"} [v8]{class="badge positive" title="Também se aplica ao Campaign v8"}

Descompactar ou descriptografar um arquivo unzipping-or-decrypting-a-file-before-processing

O Adobe Campaign permite importar arquivos compactados ou criptografados. Antes de serem lidos em uma atividade Data loading (file), é possível definir um pré-processamento para descompactar ou descriptografar o arquivo.

IMPORTANT
Não é possível descompactar arquivos com mais de 4 GB.

Para fazer isso:

  1. Use o Painel de controle para gerar um par de chaves públicas/privadas para permitir a descriptografia de arquivos.

    note note
    NOTE
    O Painel de controle é acessível a todos os usuários administradores. As etapas para conceder acesso de Administrador a um usuário estão detalhadas nesta página.
    Observe que sua instância deve estar hospedada no AWS e atualizada com a build mais recente disponível. Saiba como verificar a versão nesta seção. Para verificar se sua instância está hospedada no AWS, siga as etapas detalhadas nesta página.
  2. Caso a instalação do Adobe Campaign seja no local, instale o utilitário que deseja usar (por exemplo: GPG, GZIP) e as chaves necessárias (chave de criptografia) no servidor de aplicativos.

    Caso sua instalação do Adobe Campaign seja hospedada pela Adobe, entre em contato com o Atendimento ao cliente da Adobe para que os utilitários necessários sejam instalados no servidor.

Em seguida, você pode usar os comandos de pré-processamento desejados em seus workflows:

  1. Adicione e configure uma atividade File transfer no workflow.
  2. Adicione uma atividade Data loading (file) e defina o formato do arquivo.
  3. Marque a opção Pre-process the file.
  4. Selecione o comando de pré-processamento que deseja aplicar.
  5. Adicione outras atividades para gerenciar dados provenientes do arquivo.
  6. Salve e execute seu workflow.

Um exemplo é apresentado no caso de uso abaixo.

Tópicos relacionados:

Caso de uso: importação de dados criptografados usando uma chave gerada pelo Painel de controle use-case-gpg-decrypt

Nesse caso de uso, criaremos um fluxo de trabalho para importar dados que foram criptografados em um sistema externo usando uma chave gerada no Painel de controle.

Descubra este recurso no vídeo

As etapas para executar esse caso de uso são as seguintes:

  1. Use o Painel de controle para gerar um par de chaves (público/privado). As etapas detalhadas estão disponíveis na documentação do Painel de controle.

    • A chave pública será compartilhada com o sistema externo, que a usará para criptografar os dados que serão enviados para o Campaign.
    • A chave privada será usada pelo Campaign Classic para descriptografar os dados criptografados recebidos.

  2. No sistema externo, use a chave pública baixada a partir do Painel de controle para criptografar os dados que serão importados para o Campaign Classic.

  3. No Campaign Classic, crie um workflow para importar os dados criptografados e descriptografá-los usando a chave privada instalada por meio do Painel de controle. Para fazer isso, criaremos um workflow da seguinte maneira:

    • Atividade File transfer: transfere o arquivo de uma fonte externa para o Campaign Classic. Neste exemplo, queremos transferir o arquivo de um servidor SFTP.
    • Atividade Data loading (file): carrega os dados do arquivo no banco de dados e os decodifica usando a chave privada gerada no Painel de controle.
  4. Abra a atividade File transfer e especifique a conta externa da qual deseja importar o arquivo .gpg criptografado.

    Os conceitos globais sobre como configurar a atividade estão disponíveis nesta seção.

  5. Abra a atividade Data loading (file) e configure-a de acordo com suas necessidades. Os conceitos globais sobre como configurar a atividade estão disponíveis nesta seção.

    Adicione um estágio de pré-processamento à atividade para descriptografar os dados recebidos. Para fazer isso, selecione a variável Pre-process the file e selecione Decrypt do Command lista suspensa:

    note note
    NOTE
    Se forem necessárias alterações nos comandos disponíveis, entre em contato com Atendimento ao cliente Adobe para ajustar as configurações de preProcessCommand.
    Se estiver trabalhando com uma implantação híbrida, você poderá configurar esses comandos diretamente do arquivo de configuração do servidor (serverConf.xml). Saiba como configurar comandos de pré-processamento no arquivo de configuração do servidor
  6. Clique em OK para confirmar a configuração da atividade.

  7. Agora você pode executar o workflow. Depois de executado, você pode verificar nos logs do workflow se a descriptografia foi executada e se os dados do arquivo foram importados.

Tutorial em vídeo video

Este vídeo mostra como usar uma chave GPG para descriptografar dados.

Vídeos extras sobre procedimentos do Campaign Classic estão disponíveis aqui.

recommendation-more-help
601d79c3-e613-4db3-889a-ae959cd9e3e1