Uso da pré-busca de DNS com diferentes aplicativos e serviços

Implemente a pré-busca de DNS para ajudar a reduzir os tempos de carregamento de página de diferentes aplicativos e serviços.

Noções básicas da pré-busca DNS

Os navegadores usam a pré-busca DNS para resolver automaticamente os nomes de domínio vinculados em uma página da Web aos endereços IP correspondentes. O processo de pré-busca é inciado quando o navegador carrega uma página da Web. Como exemplo, considere que sua página contém um link que pode ser selecionado para www.adobe.com. Quando um navegador carrega essa página, ele usa o sistema DNS para buscar o nome do domínio vinculado e resolvê-lo em um endereço IP numérico correspondente. A pré-busca DNS ajuda a melhorar o desempenho da página porque o nome do domínio já está resolvido a um endereço IP antes que um visitante do site clique nesse link ou botão. O processo de pré-busca DNS é transparente para os usuários.

Pré-busca de DNS e aplicativos da Adobe Experience Cloud

A pré-busca de DNS funciona automaticamente com links estáticos e incorporados em uma página. Isso também significa que a pré-busca de DNS automática não funciona com diferentes aplicativos e serviços da Experience Cloud porque:

  • Cada aplicativo ou serviço da Experience Cloud gera chamadas de DNS dinamicamente à medida que a página é carregada.
  • O navegador não pode resolver nomes de domínio para o endereço IP antes que essas chamadas sejam feitas.

No entanto, é possível implementar a pré-busca de DNS manualmente com os aplicativos da Experience Cloud. Para isso, adicione a tag HTML <dns-prefetch> à seção <head> do código da página, como mostrado abaixo. Quando implementado adequadamente, a pré-busca DNS pode ajudar a economizar alguns milissegundos de tempo de carregamento da página.

Amostras de código de pré-busca DNS

Os seguintes exemplos mostram como fazer chamadas de pré-busca de DNS para diferentes aplicativos e serviços da Experience Cloud. Algumas chamadas de pré-busca exigem a ID da organização da Adobe ou as informações do servidor de rastreamento. Nesses exemplos, o código em itálico representa um espaço reservado de variável. Você pode substituir esse código pela sua ID de parceiro do Adobe, pelo código do cliente, pelas informações do servidor de rastreamento e assim por diante.

  • Analytics: <link rel="dns-prefetch" href="//insert tracking server name here">.

    Adicione uma tag separada para cada nome DNS se você usar servidores de rastreamento protegidos e não protegidos.

  • Audience Manager: <link rel="dns-prefetch" href="//dpm.demdex.net">

  • Serviço da Experience Cloud ID: <link rel="dns-prefetch" href="//fast. *insira a ID do parceiro aqui*.demdex.net">

  • Gerenciador dinâmico de tags (DTM): Não obrigatório. Os links do DTM ficam disponíveis quando a página é carregada.

  • Media Optimizer (Advertising Cloud):

    • <link rel="dns-prefetch" href="//pixel.everesttech.net">
    • <link rel="dns-prefetch" href="//cm.everesttechnet">
  • Target: <link rel="dns-prefetch" href="//insert customer code here.tt.omtrdc.net">

Nesta página