Gerenciamento de opções de execução

Para modificar as opções de execução de um workflow, use o para acessar as propriedades do workflow e selecione o Execution seção.

As opções possíveis são:

  • Default affinity: este campo permite que você force a execução de um fluxo de trabalho ou de uma atividade de fluxo de trabalho em uma máquina específica.

  • History in days: especifica o número de dias após o qual o histórico deve ser removido. O histórico contém elementos relacionados ao workflow: logs, tarefas, eventos (objetos técnicos vinculados à operação do workflow), bem como arquivos baixados pela Transfer file atividade . O valor padrão é 30 dias para modelos de fluxo de trabalho prontos para uso.

    A limpeza do histórico é executada pelo workflow técnico Database cleanup , que é executado por padrão todos os dias (consulte Lista de fluxos de trabalho técnicos.)

    IMPORTANTE

    Se a variável History in days for deixado em branco, seu valor será considerado como "1", o que significa que o histórico será removido após 1 dia.

  • Save SQL queries in the log: permite salvar as consultas SQL do workflow nos logs.

  • Diagnostic mode (Log execution plan of long running queries and give recommendations): marque essa opção se desejar que todo o plano de execução seja registrado. Está desativado por padrão.

    Para obter mais informações sobre essa opção, consulte seção.

  • Keep interim results: marque esta opção se desejar visualizar os detalhes das transições.

    ATENÇÃO

    Essa opção consome bastante espaço do disco e foi projetada para ajudar a criar um fluxo de trabalho e garantir a configuração e o comportamento adequados. Deixe-a desmarcada nas instâncias de produção.

  • Execute in the engine (do not use in production): O permite executar o workflow localmente para fins de teste de ambiente de desenvolvimento.

  • Severity: O permite especificar um nível de prioridade para executar workflows na instância do Adobe Campaign. Este campo é usado pelas equipes Adobe somente para fins de monitoramento.

O Error management A seção fornece opções adicionais que permitem gerenciar como os workflows se comportam em caso de erros. Essas opções são detalhadas na seção Gerenciamento de erros seção.

Modo de diagnóstico

ATENÇÃO

Essa opção pode afetar significativamente o desempenho do seu fluxo de trabalho e deve ser usada com moderação.

Quando ativado, a variável Diagnostic mode (Log execution plan of long running queries and give recommendations) na Execution da seção das propriedades do workflow registra o plano de execução inteiro se uma consulta demorar mais de um minuto.

Após habilitar essa opção e iniciar o workflow, se o query levar mais de um minuto, o plano de execução será registrado. Você pode recuperar o plano de execução usando uma EXPLICAÇÃO DO ANALYZE.

Para obter mais informações, consulte Documentação PostgreSQL.

Se tiver uma verificação de sequência nesta consulta, a variável Diagnostic mode O também fornecerá recomendações para criar um índice com a ajuda de uma expressão de filtro.

OBSERVAÇÃO

Essas recomendações são destinadas apenas a fins de referência e devem ser usadas cuidadosamente, dependendo do caso de uso.

As duas condições a seguir devem ser atendidas durante a execução do workflow para acionar recomendações:

  • A verificação de sequência leva mais de 40% do tempo da consulta.

  • As linhas resultantes após a verificação de sequência são menos de 1 % do total de linhas presentes na tabela.

Você pode gerenciar a opção no menu avançado selecionando Administration > Application settings > Options:

  • Time of query execution (in milliseconds)(DiagnosticModeQueryTime): No Value , é possível definir um novo horário para a execução do query. Se a execução da query exceder esse valor, o plano de execução será registrado.

  • Percentage of seq scan time (DiagnosticModeSeqScanPercentage): No Value , é possível alterar a porcentagem do tempo de consulta que a verificação de sequência deve tomar para que a recomendação seja gerada.

Nesta página