Implantar a at.js em um ambiente de não-produção

Informações sobre as técnicas para implantar com segurança o at.js em um ambiente não de produção.

Use a extensão "Requestly" do Chrome para mapear a outro arquivo

OBSERVAÇÃO

Além das seguintes informações, você pode usar a extensão de navegador Adobe Target VEC Helper para Google Chrome.

O Requestly é uma extensão gratuita do Chrome que permite redirecionar solicitações para um URL alternativo.

Você implanta a at.js a um URL e usa Requestly para mapear o URL do arquivo mbox.js ao novo URL de at.js. Sempre que seu site tentar carregar a mbox.js, ele carregará a at.js. Essa abordagem também facilita o fornecimento de suporte pela Adobe.

Implantar em um ambiente de desenvolvimento, de armazenamento temporário ou de controle de qualidade

Se você hospedar a mbox.js em sua base de código e puder fazer atualizações facilmente em seus ambientes de código, implante a at.js em um dos seus ambientes inferiores.

Para obter um melhor suporte da Adobe, implante o arquivo em um ambiente que a Adobe possa acessar.

Use Charles ou Fiddler para mapear a um arquivo local

O Charles Web Debugging Proxy é um aplicativo disponível para Mac e Windows, cujo recurso Map Local pode ser usado para mapear o carregamento de seu arquivo mbox.js de produção em uma cópia local da at.js. Uma versão de avaliação gratuita está disponível para download para Mac e Windows.

O Fiddler é uma ferramenta similar disponível gratuitamente para download para o Windows.

Implantar em outro ambiente gerenciador de tags

Se estiver usando outro gerenciador de tags, provavelmente terá uma maneira de implantar a at.js com segurança, sem afetar seu tráfego de produção.

Nesta página

Adobe Maker Awards Banner

Time to shine!

Apply now for the 2021 Adobe Experience Maker Awards.

Apply now
Adobe Maker Awards Banner

Time to shine!

Apply now for the 2021 Adobe Experience Maker Awards.

Apply now