Como migrar da mbox.js para a at.js

A migração da mbox.js para a at.js no Adobe Target é um processo simples.

Use os seguintes passos para migrar da mbox.js para a at.js e conferir sua migração:

  1. Determine os requisitos de suporte a navegador de sua organização.

  2. Verifique a implementação atual da mbox.js do seu site para capacidades que não são suportadas pela at.js.

    Ao auditar sua implementação, procure pelo seguinte:

    Que tipos de mboxes você usa atualmente?

    Tipo Detalhes
    Mbox global criada automaticamente A mbox global criada automaticamente é criada quando a única linha de código do Target no seu site é o arquivo mbox.js. Aquele arquivo gera uma chamada mbox automaticamente.
    Global, mboxCreate vazio Recomenda-se que você altere para a mbox global criada automaticamente.
    Encapsulamento mboxCreate A migração deve ser simples, desde que seu mboxCreate() seja precedido pelo <div class="mboxDefault"></div>.
    mboxUpdate A migração deve ser simples quando o mboxUpdate() é usada juntamente com mboxDefine() ou mboxCreate(). mboxUpdate() não atualiza a mbox global criada automaticamente ou uma mbox criada originalmente por getOffer(). Nessas circunstâncias, uma combinação de getOffer() e applyOffer() deve ser usada para substituir mboxUpdate() ao migrar para o at.js.
    Mboxes de clicktracking personalizadas, incluindo mboxTrack Recomendamos que você atualize seu código para usar trackEvent().
    Observação

    Para obter mais informações sobre as várias funções mencionadas na tabela anterior, consulte funções da at.js.

    Você tem alguma personalização no seu arquivo mbox.js?

    • mboxParameters()
    • mboxSupported()
    • mboxCookieDomain()
    • JavaScript extra
    • Outros locais

    A maioria dos objetos e métodos da mbox.js (como mbox, mboxCurrent, mboxFactoryDefault, mboxFactories e outros) não são suportados. Abordagens alternadas podem ser possíveis para realizar o que você está tentando fazer.

    Você tem a mbox.js em alguma de suas páginas da Web?

    Você não pode usar a at.js e a mbox.js na mesma página da Web. No entanto, você pode usar duas bibliotecas JavaScript em duas páginas diferentes do mesmo site.

    O cookie da mbox é o meio principal da Adobe ligar o visitante a cada página. Como parte do seu procedimento de controle de qualidade, você deve confirmar que o cookie está sendo preservado e lido corretamente conforme o visitante vai e volta entre páginas com a at.js e aquelas com a mbox.js. Certifique-se de que os mesmos valores mboxPC e mboxSession passem nas chamadas mbox, independentemente de qual seção do site (at.js ou mbox.js) o visitante entre primeiro e qual seção define o cookie originalmente. Se você usa cookies de terceiros na sua implementação, certifique-se de que esses valores permaneçam os mesmos conforme você navega pelo site.

    Você integra o Target com alguma outra solução da Adobe?

    • Analytics (A4T)
    • Analytics (integração existente)
    • AAM (backend)
    • AAM (frontend existente)
    • AEM
    • Data Workbench

    Algumas integrações existentes não são suportadas pela at.js. Para obter mais informações, consulte a página de Integrações.

    Você integra o Target com alguma outra ferramenta de terceiros?

    • Outras ferramentas de Analytics
    • Outros DMPs
    • Demandbase
    • Click-tale
    • Outras

    Essas integrações podem precisar de ajustes para funcionar com a at.js. Para obter mais informações, consulte a página de Integrações.

    Você usa um gerenciador de tags?

    • Dynamic Tag Management
    • Ensighten
    • Tealium
    • Signal/BrightTag

    Para obter mais informações, consulte Integrações da at.js.

    Observação

    Se você não estiver usando atualmente um gerenciador de tags para implantar Target, agora pode ser um bom momento para considerá-lo. O Dynamic Tag Management da Adobe é gratuito para Target os clientes e é o método recomendado para implantarTarget. Para mais informações, consulte Práticas recomendadas para a implementação do Adobe Target usando o Dynamic Tag Management.

  3. Verifique se todas as atividades e integrações atuais estão funcionando como esperado.

    Essas são algumas coisas que você pode fazer enquanto teste para confirmar que a at.js está funcionando como o esperado:

    • Certifique-se de que todas suas atividades atuais funcionam com a nova biblioteca JavaScript.
    • Confirme que todas integrações e plugins funcionam conforme esperado.
    • Verifique se você está familiarizado com a depuração das abordagens disponíveis em at.js.

Possíveis problemas ao migrar para o at.js Alguns clientes relataram os seguintes problemas após executar a migração para o at.js:

  • Algumas atividades do VEC que foram construídos em uma página com a mbox.js podem precisar ser atualizadas para funcionarem com a at.js.

    Este problema acontece com mais frequência em sites que não usam muitos atributos id ou class em elementos HTML. Você pode confirmar se está tendo esse problema ao carregar a página e determinar se a experiência está sendo entregue como esperado ao carregar a página com ?mboxDebug=true e revisar as declarações do console.


    Nesses casos, seletores de elementos podem começar com algo como

    HTML > BODY > DIV:nth-of-type(2)
    

    e foram criados com a expectativa de que mbox.js adicionou um elemento extra <div> à parte superior da página. Como at.js não adiciona um elemento <div> à parte superior da página, esse seletor não funcionaria mais com at.js.

    Este problema pode ser corrigido ao recriar a atividade no VEC no URL usando a at.js ou atualizando manualmente o seletor usando a opção </> Código > Modificações no VEC.

    Para solucionar esse problema, você deve subtrair 1 do número nth-of-type no primeiro elemento DIV após BODY. No exemplo acima o código editado seria:

    HTML > BODY > DIV:nth-of-type(1)
    

    Para mais informações sobre como usar o editor de código para fazer isso, consulte Editor de códigos.

  • Como todas as mboxes agora são assíncronas, elas não vão bloquear a renderização da página ou retornar na ordem em que foram acionadas. Para obter mais informações, consulte "Considerações assíncronas" em Limitações da at.js.

Nesta página