Implementação com o Dynamic Tag Management

As implementações mais antigas usam o Dynamic Tag Management (DTM) para configurar, implantar e integrar o serviço de identidade da Experience Cloud às outras soluções da Experience Cloud.

Implementação com o Dynamic Tag Management

As implementações mais antigas usam o Dynamic Tag Management (DTM) para configurar, implantar e integrar o serviço de identidade da Experience Cloud às outras soluções da Experience Cloud.

Observação

Atualmente, o Adobe Experience Platform Launch é a ferramenta de implementação preferida e recomendada porque ajuda a simplificar tarefas complexas de gerenciamento de tags e automatiza a inserção de código, além dos recursos do DTM. Consulte Implementação com o Launch.

Dynamic Tag Management e o serviço de ID

O Dynamic Tag Management permite configurar, implantar e gerenciar a instância do serviço de ID e as integrações de soluções Experience Cloud relacionadas. O DTM ajuda a simplificar o processo de implementação, pois está profundamente integrado ao serviço de ID e a outras soluções da Experience Cloud. Basta adicionar e configurar a ferramenta da Experience Cloud ID e especificar informações, como:

  • ID de organização da Experience Cloud (preenchida automaticamente se vinculada à Experience Cloud)
  • Servidor de rastreamento do Analytics (protegido e não protegido)
  • Servidor da Experience Cloud (para servidores de rastreamento próprios)

O DTM está disponível sem custo para qualquer cliente daExperience Cloud.

Introdução ao DTM

O DTM é uma ferramenta simples, mas eficiente. Se você ainda não estiver usando, nós incentivamos você a usá-la. Consulte a Documentação do DTM para começar a usar esse serviço. Para obter instruções sobre como configurar o serviço de ID com DTM, consulte as informações e os procedimentos nas seções abaixo.

Diretrizes de implantação

Releia estes requisitos e procedimentos antes de tentar implementar o serviço de identidade da Experience Cloud com o Dynamic Tag Management (DTM).

Provisionamento da conta

Antes de começar, verifique se a organização e as soluções foram provisionadas para a Experience Cloud e se você está familiarizado com o Dyanamic Tag Management. Esta documentação pode ajudar você a começar a usar o serviço:

Inserção de código do serviço de ID e ordem de carregamento

O serviço de ID funciona ao solicitar e receber uma ID exclusiva dos servidores de coleta de dados da Adobe. Para funcionar adequadamente, o código do serviço de ID deve ser:

  • O primeiro bloco do Adobe código da que é executado na página.
  • Inserido o mais alto possível na página, normalmente, no <head> bloco de código de.

Enquanto você tiver soluções e bibliotecas de código da Adobe no DTM, isso garante que o código do serviço de ID estará no local adequado e será acionado no momento certo.

Validar a coleta de dados regionais

Os clientes devem fornecer um CNAME ou usar *.sc.omtrdc para a coleta de dados regional (RDC). Obtenhas as configurações específicas de RDC do consultor da Adobe.

Configurar conjuntos de relatórios do Analytics

Os novos clientes do Analytics devem criar um conjunto de relatórios para a coleta de dados.

Implementar o serviço de identidade da Experience Cloud com DTM

Siga estas etapas para implementar o serviço de ID com o Dynamic Tag Management (DTM).

Pré-requisitos

Etapas de implementação Para implementar o serviço de ID com DTM:

  1. No Painel do DTM, clique na propriedade da Web com a qual você deseja trabalhar.

  2. Na guia Visão geral da propriedade da Web selecionada, clique em Adicionar uma ferramenta.

  3. Na lista Tipo de ferramenta, clique em serviço de identidade da Experience Cloud.

    Observação

    Essa ação preenche a caixa da ID da organização da Experience Cloud com a ID da organização. Se a conta do DTM não estiver vinculada à Experience Cloud, é necessário fornecer essa ID. Para vincular a conta, consulte Vincular contas na Experience Cloud. Consulte os requisitos para obter mais informações sobre como encontrar a ID da organização.

  4. Digite o nome do servidor de rastreamento na caixa Servidor de rastreamento. Caso não tenha certeza de como encontrar o servidor de rastreamento, consulte Perguntas frequentes e Preencher corretamente as variáveis trackingServer e trackingServerSecure.

  5. Clique em Criar ferramentas e Salvar alterações.

    Após salvar, o serviço de ID é configurado como uma ferramenta no DTM. Mas ainda não está pronto para uso. A ferramenta de DTM ainda precisa passar pelo processo de publicação/aprovação do DTM e talvez você queira configurar parâmetros adicionais. Para obter informações sobre os parâmetros adicionais que podem ser incluídos no DTM, consulte Configurações do serviço de identidade da Experience Cloud para DTM.

Configurações do serviço de identidade da Experience Cloud para DTM

Descreve os campos ID da organização, Geral e Configurações do cliente, e como são usados pelo serviço da Experience Cloud ID.

Como descobrir essas configurações?

Essas configurações estão disponíveis depois de adicionar e salvar o serviço de ID como uma ferramenta no Dynamic Tag Management (DTM). Também é possível acessar essas configuração ao clicar no ícone de engrenagem da seção Ferramentas instaladas da propriedade da Web do DTM.

ID da organização

Essa é a ID exigida e associada à empresa provisionada na Experience Cloud. Uma organização é uma entidade que permite ao administrador configurar usuários, grupos e controlar o logon único na Experience Cloud. Essa ID da organização é uma sequência de 24 caracteres alfanuméricos, seguida (e deve incluir) por @AdobeOrg. Os administradores da Experience Cloud podem encontrar essa ID em Experience Cloud > Ferramentas.

Consulte Cookies e o serviço de identidade da Experience Cloud.

Configurações gerais

Essas configurações permitem que você especifique servidores de rastreamento, versões de código e adicione outras variáveis.

A tabela a seguir lista e define as configurações Gerais.

Solicitar ID de visitante automaticamente

Quando marcado, o Dynamic Tag Management chama automaticamente o método getMarketingCloudVisitorID() antes de carregar qualquer solução da Adobe que usa o serviço de identidade da Experience Cloud.

Consulte getMarketingCloudVisitorID.

Servidor de rastreamento do Analytics

O nome do servidor de rastreamento usado para a coleta de dados do Analytics. Esse é o domínio no qual a solicitação de imagem e o cookie é gravado (por exemplo, http://site.omtrdc.net).

Se você não souber os URLs do servidor de rastreamento, verifique os arquivos s_code.js ou AppMeasurement.js. O ideal é que o URL seja definido pela s.trackingServer variável.

Consulte trackingServer e preencha corretamente as variáveis trackingServer e trackingServerSecure.

Servidor de rastreamento seguro

O nome do servidor de rastreamento seguro usado para a coleta de dados do Analytics. Esse é o domínio no qual a solicitação de imagem e o cookie é gravado (por exemplo, https://site.omtrdc.net).

Se você não souber os URLs do servidor de rastreamento, verifique os arquivos s_code.js ou AppMeasurement.js. O ideal é que o URL seja definido pela s.trackingServerSecure variável.

Consulte trackingServer e preencha corretamente as variáveis trackingServer e trackingServerSecure.

Servidor da Experience Cloud

Se a empresa usa a coleta de dados primários (CNAME) a fim de usar cookies primários em um contexto de terceiros, insira o servidor de rastreamento aqui (por exemplo, http://metrics.company.com).

Servidor seguro da Experience Cloud

Se a empresa usa a coleta de dados primários (CNAME) a fim de usar cookies primários em um contexto de terceiros, insira o servidor de rastreamento aqui (por exemplo, https://metrics.company.com).

Versão da biblioteca

Define a versão da biblioteca de código do serviço de ID (VisitorAPI.js) que você deseja usar. Não é possível editar essas opções de menu.

Configurações

Esses campos permitem que você adicione variáveis de função como pares de valores chave. Clique em Adicionar para adicionar uma ou mais variáveis à implementação do serviço de ID.

IMPORTANTE

Defina a cookieDomain variável aqui. É necessário para domínios de alto nível e com várias partes, em que qualquer uma das duas últimas partes do URL tem mais de dois caracteres. Consulte a documentação Variáveis de configuração vinculada acima.

Configurações do cliente

Campos adicionais que permitem adicionar um código de integração ou status de estado autenticado.

Código de integração

Um código de integração é uma ID exclusiva fornecida pelo cliente. O código de integração deve conter o valor usado para criar uma fonte de dados no Audience Manager.

Valor

O valor deve ser um elemento de dados contendo a ID do usuário. Os elementos de dados são contêineres adequados para valores dinâmicos, como IDs de um sistema interno específico do cliente.

Estado de autenticação

Opções que definem ou identificam visitantes de acordo com seu status de autenticação (por exemplo, conectado, desconectado). Consulte IDs do cliente e Estados de autenticação.

Testar e verificar o serviço de identidade da Experience Cloud

Essas instruções, ferramentas e procedimentos ajudam você a determinar se o serviço de ID está funcionando adequadamente. Os testes se aplicam ao serviço de ID em geral, bem como para combinações diferentes do serviço de ID e soluções da Experience Cloud.

Antes de começar

Informações importantes a saber antes de iniciar o teste e a verificação do serviço de ID.

Ambientes do navegador

Ao testar em uma sessão normal do navegador, limpe o cache do navegador antes de cada teste.

Como alternativa, você pode testar o serviço de ID em uma sessão anônima ou incógnita do navegador. Em uma sessão anônima, não é necessário limpar os cookies ou o cache do navegador antes de cada teste.

Ferramentas

O depurador da Adobe e o proxy HTTP Charles podem ajudar você a determinar se o serviço de ID foi configurado adequadamente para funcionar com o Analytics. As informações nesta seção baseiam-se nos resultados retornados pelo Adobe Debugger e Charles. Entretanto, você pode usar qualquer ferramenta ou depurador adequado para suas necessidades.

Teste com o Adobe Debugger

A integração de serviço é configurada adequadamente ao visualizar uma Experience Cloud ID (MID) na resposta do depurador da Adobe. Consulte Cookies e o serviço de identidade da Experience Cloud para obter mais informações sobre a MID.

Para verificar o status do serviço de ID com o depurador da Adobe:

  1. Limpe os cookies do navegador ou abra uma sessão de navegação anônima.
  2. Carregue a página de teste que contém o código do serviço de ID.
  3. Abra o depurador da Adobe.
  4. Verifique se nos resultados há uma MID.

Compreender os resultados do Adobe Debugger

A MID é armazenada em um par de valores chave que usa a sintaxe: MID= *Experience Cloud ID*. O depurador exibe essas informações, como mostrado abaixo.

Sucesso

O serviço de ID foi implementado corretamente se você visualizar uma resposta semelhante a esta:

mid=20265673158980419722735089753036633573

Se você for um cliente do Analytics, é possível visualizar uma ID do Analytics (AID) além da MID. Isso acontece:

  • Com alguns de seus visitantes do site precoces ou de longa data.
  • Se você tiver um período de carência habilitado.

Falha

Entre em contato com o atendimento ao cliente se o depurador:

  • Não retornar uma MID.
  • Retornar uma mensagem de erro indicando que a ID do parceiro não foi fornecida.

Teste com o Charles HTTP proxy

Para verificar o status do serviço de ID com o Charles:

  1. Limpe os cookies do navegador ou abra uma sessão de navegação anônima.
  2. Iniciar o Charles.
  3. Carregue a página de teste que contém o código do serviço de ID.
  4. Verifique as chamadas de solicitação e resposta e os dados descritos abaixo.

Como entender os resultados do Charles

Consulte esta seção para obter informações sobre o que e onde procurar, ao usar o Charles para monitorar chamadas HTTP.

Solicitações de serviço de ID com sucesso no Charles

O código do serviço de ID está funcionando adequadamente quando a função Visitor.getInstance efetua uma chamada de JavaScript para dpm.demdex.net. Uma solicitação bem sucedida inclui a ID da organização. A ID da empresa é passada como um par de valores chave que utiliza a sintaxe: d_orgid= *ID da organização*. Procure dpm.demdex.net e as chamadas de JavaScript na guia Estrutura. Procure pela ID da organização na guia Solicitação.

Solicitações do serviço de ID com sucesso no Charles

Sua conta recebe corretamente o serviço de ID quando a resposta dos Servidores de coleta de dados (DCS) retornar uma MID. A MID é retornada como um par de valores chave que usa a sintaxe: d_mid: visitor Experience Cloud ID. Procure a MID na guia Resposta, como mostrado abaixo.

Falha de resposta do serviço de ID no Charles

A conta não foi provisionada adequadamente se a MID estiver faltando na resposta do DCS. Uma resposta sem sucesso retorna um código de erro e a mensagem na guia Response, como mostrado abaixo. Entre em contato com o atendimento ao cliente se você visualizar essa mensagem de erro na resposta do DCS.

Para obter mais informações sobre os códigos de erro, consulte Códigos de erro, mensagens e exemplos de DCS.

Nesta página