Manuseio da versão do projeto Maven

Noções básicas sobre o tratamento da versão do projeto Maven

Para implantações de estágio e produção, o Cloud Manager gera uma versão exclusiva que aumenta.

Essa versão é vista na página de detalhes de execução do pipeline, bem como na página de atividades. Quando uma build é executada, o projeto Maven é atualizado para usar esta versão e uma tag é criada no repositório Git com essa versão como seu nome.

Se a versão original do projeto atender a determinados critérios, a versão atualizada do projeto Maven mesclará a versão original do projeto e a versão gerada pelo Cloud Manager. No entanto, a tag sempre usa a versão gerada. Para que essa mesclagem ocorra, a versão original do projeto deve ser formada com exatamente três segmentos de versão, por exemplo, 1.0.0 ou 1.2.3, mas não 1.0 ou 1, e a versão original não deve terminar em -SNAPSHOT.

OBSERVAÇÃO

O valor da versão original do projeto deve ser definido estaticamente no elemento <version> do arquivo de nível superior pom.xml na ramificação do repositório Git.

Se a versão original atender a esses critérios, a versão gerada será anexada à versão original como um novo segmento de versão. A versão gerada também será ligeiramente modificada para incluir a classificação correta e o manuseio de versão. Por exemplo, pressupondo uma versão gerada de 2019.926.121356.0000020490:

Versão versão em pom.xml Comentário
1.0.0 1.0.0.2019_0926_121356_000020490 Versão original corretamente formada
1.0.0-SNAPSHOT 2019.926.121356.000020490 Versão do instantâneo, substituída
1 2019.926.121356.000020490 Versão incompleta, substituída
OBSERVAÇÃO

Independentemente de a versão original ter ou não sido incorporada à versão inicializada do Cloud Manager, a versão original está disponível como uma propriedade Maven com o nome cloudManagerOriginalVersion.

Nesta página