Modelos de fragmentos do conteúdo

ATENÇÃO

Modelos de fragmento de conteúdo são recomendados para criar todos os novos fragmentos de conteúdo.

Os modelos de fragmento de conteúdo são usados para todos os exemplos na WKND.

OBSERVAÇÃO

Antes do AEM 6.3, os Fragmentos de conteúdo eram criados com base em modelos em vez de modelos.

Os modelos de Fragmento de conteúdo agora estão obsoletos. Elas ainda podem ser usadas para criar fragmentos, mas é recomendado usar Modelos de fragmento de conteúdo . Nenhum novo recurso será adicionado aos modelos de fragmento e será removido em uma versão futura.

Os modelos são selecionados ao criar um fragmento de conteúdo. Eles fornecem ao novo fragmento a estrutura básica, os elementos e a variação. Os modelos usados para fragmentos de conteúdo estão sujeitos ao Gerenciador de configuração do Granite.

Os templates prontos para uso são mantidos em:

  • /libs/settings/dam/cfm/templates

Você pode criar modelos específicos do site para fragmentos de conteúdo em:

  • /apps/settings/dam/cfm/templates
    O local para sobrepor modelos prontos ou fornecer modelos específicos do cliente em todo o aplicativo que não devem ser estendidos/alterados no tempo de execução.

  • /conf/global/settings/dam/cfm/templates
    O local para modelos específicos de toda a instância do cliente que precisam ser alterados no tempo de execução.

A ordem de precedência é (em ordem decrescente) /conf, /apps, /libs.

ATENÇÃO

Você must não altere nada no /libs caminho.

Isso ocorre porque o conteúdo da variável /libs O é substituído na próxima vez que você atualizar sua instância (e pode ser substituído quando você aplicar um hotfix ou pacote de recursos).

O método recomendado para configuração e outras alterações é:

  1. Recrie o item necessário (ou seja, como ele existe em /libs) /apps

  2. Faça quaisquer alterações no /apps

A estrutura básica de um modelo é mantida em:

conf
  global
    settings
      dam
        cfm
          templates
            <template-name>
              ...

Sendo a estrutura específica:

+ <template-name>
    - jcr:primaryType
    - jcr:title
    - jcr:description
    - initialAssociatedContent
    - precreateElements
    - version
    + elements
        - jcr:primaryType
        + <element-name>
            - jcr:primaryType
            - jcr:title
            - defaultContent
            - initialContentType
            - name
        ... + other element definitions
    + variations
        - jcr:primaryType
        + <variation-name>
            - jcr:primaryType
            - jcr:title
            - jcr:description
            - name
        ... + other variation definitions

Mais detalhes sobre os nós e suas propriedades são:

  • Modelo

    Nome Tipo Valor
    <template-name> nt:unstructured Esse nó é a raiz de cada template. É obrigatório e deve ter um nome exclusivo.
    jcr:title

    String

    required

    O título do modelo (exibido no Criar fragmento assistente).
    jcr:description

    String

    opcional

    Um texto que descreve a finalidade do modelo (exibido no Criar fragmento assistente).
    initialAssociatedContent

    String[]

    opcional

    Uma matriz com caminhos para coleções que devem ser associados a um fragmento de conteúdo recém-criado por padrão.
    precreateElements

    Boolean

    required

    true, se os subativos que representam os elementos (exceto o elemento principal) do fragmento de conteúdo devem ser criados quando o fragmento de conteúdo é criado; false caso devam ser criados "em tempo real".

    Observação: atualmente, esse parâmetro deve ser definido como true.

    version

    Long

    obrigatório

    Versão da estrutura de conteúdo; atualmente suportado:

    Observação: atualmente, esse parâmetro deve ser definido como 2.

  • Elementos

    Nome Tipo Valor
    elements

    nt:unstructured

    obrigatório

    Nó que contém a definição dos elementos do fragmento de conteúdo. É obrigatório e precisa conter pelo menos um nó filho para a variável Principal , mas pode conter [1..n] nós filho.

    Quando o modelo é usado, a subramificação de elementos é copiada para a subramificação de modelo do fragmento.

    O primeiro elemento (como exibido no CRXDE Lite) é automaticamente considerado como sendo o main elemento; O nome do nó é irrelevante e o nó em si não tem um significado especial, além do fato de ser representado pelo ativo principal; os outros elementos são tratados como subativos.

  • Nome do elemento

    Nome Tipo Valor
    <element-name> nt:unstructured Esse nó define um elemento. É obrigatório e deve ter um nome exclusivo.
    jcr:title

    String

    obrigatório

    O título do elemento (exibido no seletor de elemento do editor de fragmentos).
    defaultContent

    String

    opcional

    default: ""

    Conteúdo inicial do elemento; somente usado se precreateElements = true
    initialContentType

    String

    opcional

    default: text/html

    Tipo de conteúdo inicial do elemento; somente usado se precreateElements = true; atualmente suportado:

    • text/html
    • text/plain
    • text/x-markdown
    name

    String

    obrigatório

    O nome interno do elemento; deve ser exclusivo para o tipo de fragmento.
  • Variações

    Nome Tipo Valor
    variations

    nt:unstructured

    opcional

    Esse nó opcional contém a definição das variações iniciais do fragmento de conteúdo.
  • Nome da variação

    Nome Tipo Valor
    <variation-name>

    nt:unstructured

    obrigatório se um nó de variação estiver presente

    Define uma variação inicial.
    A variação é adicionada a todos os elementos do fragmento de conteúdo por padrão.

    A variação terá o mesmo conteúdo inicial que o respectivo elemento (consulte defaultContent/ initialContentType)

    jcr:title

    String

    obrigatório

    O título da variação (exibido no editor de fragmentos Variação guia (painel esquerdo).
    jcr:desciption

    String

    opcional

    padrão: ""

    Um texto que fornece uma descrição da variação (exibido no editor de fragmentos Variação guia (painel esquerdo).

Nesta página