Reestruturação do repositório comum no AEM 6.5

Última atualização em 2023-12-04

Conforme descrito no pai Reestruturação do repositório no AEM 6.5 , os clientes que estiverem atualizando para o AEM 6.5 devem usar esta página para avaliar o esforço de trabalho associado às alterações no repositório que podem afetar todas as soluções. Algumas alterações exigem esforço de trabalho durante o processo de atualização do AEM 6.5, enquanto outras podem ser adiadas até uma atualização futura.

Com atualização para 6.5

Antes de uma atualização futura

Com atualização para 6.5

Configurações do ContextHub

A partir do AEM 6.4, não há configuração padrão do ContextHub. Portanto, no nível raiz do site a cq:contextHubPathproperty deve ser definido para indicar qual configuração deve ser usada.

  1. Navegue até a raiz do site.
  2. Abra as propriedades da página raiz e selecione a guia Personalização.
  3. No campo Caminho do Contexthub, insira seu próprio caminho de configuração do ContextHub.

Além disso, na configuração do ContextHub, a variável sling:resourceType precisa ser atualizado para ser relativo e não absoluto.

  1. Abra as propriedades do nó de configuração do ContextHub no CRX DE Lite, por exemplo, /apps/settings/cloudsettings/legacy/contexthub
  2. Alterar sling:resourceType de /libs/granite/contexthub/cloudsettings/components/baseconfiguration para granite/contexthub/cloudsettings/components/baseconfiguration

Ou seja, o sling:resourceType da configuração do ContextHub deve ser relativa em vez de absoluta.

Modelos do fluxo de trabalho

Local anterior /etc/workflow/models
Novos locais

/libs/settings/workflow/models

/conf/global/settings/workflow/models

/var/workflow/models

Orientações em matéria de reestruturação

Qualquer modelo de fluxo de trabalho novo ou modificado deve ser migrado para /conf/global/workflow/models.

  1. Implante os Modelos de fluxo de trabalho modificados em uma instância de desenvolvimento local do AEM 6.5, de modo que eles existam no local Anterior.
  2. Edite o modelo de fluxo de trabalho usando o Editor de modelo de fluxo de trabalho AEM em AEM > Ferramentas > Fluxo de trabalho > Modelos.
  3. Ao migrar modelos de fluxo de trabalho modificados e fornecidos pelo AEM
    1. Com o Editor de modelos de fluxo de trabalho aberto, modifique o URL de endereço do navegador e substitua o segmento de caminho /libs/settings/workflow/models por /etc/workflow/models.
      • Por exemplo, alterar: http://localhost:4502/editor.html/libs/settings/workflow/models/dam/update_asset.html para http://localhost:4502/editor.html/etc/workflow/models/dam/update_asset.html
  4. Habilite o modo Editar no Editor de modelo de fluxo de trabalho que copiará a definição do Modelo de fluxo de trabalho para /conf/global/workflow/models.
  5. Selecione o botão Sincronizar para sincronizar as alterações no Modelo de fluxo de trabalho de tempo de execução em /var/workflow/models.
  6. Exportar o modelo de fluxo de trabalho (/conf/global/workflow/models/<workflow-model>?lang=pt-BR) e Modelo de fluxo de trabalho de tempo de execução (/var/workflow/models/<workflow-model>?lang=pt-BR) e integrar-se no projeto AEM.
    1. Por exemplo, exportar:
      • /conf/global/settings/workflow/models/dam/my_workflow_model
        e
      • /var/workflow/models/dam/my_workflow_model
Notas

A resolução do modelo de fluxo de trabalho ocorre na seguinte ordem:

  1. /conf/global/settings/workflow/models
  2. /libs/settings/workflow/models
  3. /etc/workflow/models

Assim, todas as personalizações de modelos de fluxo de trabalho fornecidos pelo AEM persistentes no local anterior devem ser movidas para /conf/global/settings/workflow/models se forem retidas, caso contrário, elas serão substituídas pela definição de Modelo de fluxo de trabalho fornecida pelo AEM em /libs/settings/workflow/models.

Instâncias do fluxo de trabalho

Local anterior /etc/workflow/instances
Novos locais /var/workflow/instances
Orientações em matéria de reestruturação

Nenhuma ação é necessária para alinhar com o Novo local.

As Instâncias de fluxo de trabalho históricas podem continuar residindo no Local anterior com segurança, e novas Instâncias de fluxo de trabalho serão criadas no Novo local.

Notas Qualquer referência de caminho explícita em custom o código para o Local anterior também deve contabilizar o Novo local. Recomenda-se que esse código seja refatorado para usar as APIs de fluxo de trabalho do AEM.

Inicializadores do fluxo de trabalho

Local anterior /etc/workflow/launcher/config
Novos locais

/libs/settings/workflow/launcher/config

/conf/global/settings/workflow/launcher/config

Orientações em matéria de reestruturação

Qualquer Inicializador de fluxo de trabalho novo ou modificado deve ser migrado para /conf/global/workflow/launcher/config.

  1. Copie todas as configurações novas ou modificadas do Workflow Launcher do local anterior para o novo local (/conf/global).
Notas

A resolução do Iniciador do fluxo de trabalho ocorre na seguinte ordem:

  1. /conf/global/settings/workflow/launcher
  2. /libs/settings/workflow/launcher
  3. /etc/workflow/launcher

Assim, todas as personalizações do Iniciador de fluxo de trabalho fornecidas pelo AEM persistentes no local anterior devem ser movidas para o Novo local (/conf/global/settings/workflow/launcher caso sejam retidos, caso contrário, serão substituídos pela definição do Iniciador de fluxo de trabalho fornecida pelo AEM em /libs/settings/workflow/launcher.

Scripts de fluxo de trabalho

Local anterior /etc/workflow/scripts
Novos locais

/libs/workflow/scripts

/apps/workflow/scripts

Orientações em matéria de reestruturação

Quaisquer scripts de fluxo de trabalho novos ou modificados devem ser migrados para o Novo local e os Modelos de fluxo de trabalho de referência devem ser atualizados para refletir o Novo local.

  1. Copie todos os scripts de workflow novos ou modificados do local anterior para o novo local.
    • /apps/workflow/scripts deve ser mantido no SCM.
  2. Atualize todas as referências aos Scripts de fluxo de trabalho no Local anterior em Modelos de fluxo de trabalho para apontar para Novos locais.
Notas

O AEM 6.4 SP1, quando é liberado, faz com que essa reestruturação possa ser adiada até o 6.5 upgrade .

Se a atualização para o AEM 6.4 antes do lançamento do AEM 6.4 SP1, essa reestruturação deve ser realizada como parte do projeto de atualização. Sem fazer isso, editar e salvar as Etapas do fluxo de trabalho que fazem referência a scripts no Local anterior removerá completamente a referência de Script de fluxo de trabalho da Etapa do fluxo de trabalho, e somente os Scripts de fluxo de trabalho em Novos locais estarão disponíveis na lista suspensa de seleção de script.

Antes de uma atualização futura

Configurações do ContextHub

Local anterior /etc/cloudsettings
Novos locais

/libs/settings/cloudsettings

/conf/global/settings/cloudsettings

/conf/<tenant>/settings/cloudsettings

Orientações em matéria de reestruturação

Quaisquer configurações novas ou modificadas do ContextHub devem ser migradas para o novo local e as páginas do AEM Sites de referência devem ser atualizadas para refletir o novo local.

  1. Copie todas as configurações novas ou modificadas do ContextHub do local anterior para o novo local.
  2. Associe as configurações de AEM aplicáveis às hierarquias de conteúdo de AEM.
    1. Hierarquias de página do AEM Sites por meio do AEM Sites > Página > Propriedades da página > Guia Avançado > Configuração da nuvem.
  3. Desassocie quaisquer configurações herdadas do ContextHub migradas das hierarquias de conteúdo do AEM acima.
Notas N/A

Designs de Cloud Service clássicos

Local anterior /etc/designs/cloudservices
Novos locais

/libs/settings/wcm/designs/cloudservices

/apps/settings/wcm/designs/cloudservices

Orientações em matéria de reestruturação

Para qualquer design gerenciado em SCM e não gravado no tempo de execução por meio de caixas de diálogo de design.

  1. Copie os designs do Local anterior para o Novo local (/apps).
  2. Converter qualquer CSS, JavaScript e recursos estáticos no Design em um Biblioteca do cliente com allowProxy = true.
  3. Atualizar referências ao Local anterior na cq : designPath propriedade.
  4. Atualize quaisquer Páginas que façam referência ao Local anterior para usar a nova categoria Biblioteca de cliente (isso requer a atualização do código de implementação da Página).
  5. Atualize as regras do Dispatcher do AEM para permitir o fornecimento de Bibliotecas de clientes por meio do /etc.clientlibs/. servlet proxy.

Para qualquer design que NÃO seja gerenciado no SCM e modificado em tempo de execução através de caixas de diálogo de design.

  • Não remova os designs editáveis do /etc.
Notas N/A

Designs de painéis clássicos

Local anterior /etc/designs/dashboards
Novos locais

/libs/settings/wcm/designs/dashboards

/apps/settings/wcm/designs/dashboards

Orientações em matéria de reestruturação

Para qualquer design gerenciado em SCM e não gravado no tempo de execução por meio de caixas de diálogo de design.

  1. Copie os designs do Local anterior para o Novo local (/apps?lang=pt-BR).
  2. Converter qualquer CSS, JavaScript e recursos estáticos no Design em um Biblioteca do cliente com allowProxy = true.
  3. Atualizar referências ao Local anterior na cq : designPath propriedade.
  4. Atualize quaisquer Páginas que façam referência ao Local anterior para usar a nova categoria Biblioteca de cliente (isso requer a atualização do código de implementação da Página).
  5. Atualize as regras do Dispatcher do AEM para permitir o fornecimento de Bibliotecas de clientes por meio do /etc.clientlibs/. servlet proxy.

Para qualquer design que NÃO seja gerenciado no SCM e modificado em tempo de execução através de caixas de diálogo de design.

  • Não remova os designs editáveis do /etc.
Notas N/A

Designs de relatórios clássicos

Local anterior /etc/designs/reports
Novos locais

/libs/settings/wcm/designs/reports

/apps/settings/wcm/designs/reports

Orientações em matéria de reestruturação

Para qualquer design gerenciado em SCM e não gravado no tempo de execução por meio de caixas de diálogo de design.

  1. Copie os designs do Local anterior para o Novo local (/apps?lang=pt-BR).
  2. Converter qualquer CSS, JavaScript e recursos estáticos no Design em um Biblioteca do cliente com allowProxy = true.
  3. Atualizar referências ao Local anterior na cq : designPath propriedade.
  4. Atualize quaisquer Páginas que façam referência ao Local anterior para usar a nova categoria Biblioteca de cliente (isso requer a atualização do código de implementação da Página).
  5. Atualize as regras do Dispatcher do AEM para permitir o fornecimento de Bibliotecas de clientes por meio do /etc.clientlibs/. servlet proxy.

Para qualquer design que NÃO seja gerenciado no SCM e modificado em tempo de execução através de caixas de diálogo de design.

  • Não remova os designs editáveis do /etc.
Notas N/A

Designs padrão

Local anterior /etc/designs/default
Novos locais

/libs/settings/wcm/designs/default

/apps/settings/wcm/designs/default

Orientações em matéria de reestruturação

Para qualquer design gerenciado em SCM e não gravado no tempo de execução por meio de caixas de diálogo de design.

  1. Copie os designs do Local anterior para o Novo local (/apps?lang=pt-BR).
  2. Converter qualquer CSS, JavaScript e recursos estáticos no Design em um Biblioteca do cliente com allowProxy = true.
  3. Atualizar referências ao Local anterior na cq : designPath propriedade.
  4. Atualize quaisquer Páginas que façam referência ao Local anterior para usar a nova categoria Biblioteca de cliente (isso requer a atualização do código de implementação da Página).
  5. Atualize as regras do Dispatcher do AEM para permitir o fornecimento de Bibliotecas de clientes por meio do /etc.clientlibs/. servlet proxy.

Para qualquer design que NÃO seja gerenciado no SCM e modificado em tempo de execução através de caixas de diálogo de design.

  • Não remova os designs editáveis do /etc.
Notas N/A

Ponto de acesso do Adobe DTM JavaScript

Local anterior /etc/clientlibs/dtm
Novos locais /var/cq/dtm/clientlibs
Orientações em matéria de reestruturação

Nenhuma ação necessária.

O local público anterior atua como um endpoint de proxy para o novo local privado.

Notas N/A

Ponto de extremidade do gancho da Web do Adobe DTM

Local anterior /etc/dtm-hook
Novos locais /var/cq/dtm/web-hook
Orientações em matéria de reestruturação

Nenhuma ação necessária.

O local público anterior atua como um endpoint de proxy para o novo local privado.

Notas N/A

Tarefas da Caixa de entrada

Local anterior /etc/taskmanagement
Novos locais /var/taskmanagement
Orientações em matéria de reestruturação Use o Tarefa de manutenção de limpeza da caixa de entrada para remover tarefas antigas do local anterior, conforme necessário.
Notas

Nenhuma ação é necessária para migrar tarefas para o novo local.

  • As tarefas presentes no Local anterior continuam disponíveis e funcionando.
  • Novas tarefas são criadas no Novo local.

Configurações do blueprint do gerenciador de vários sites

Local anterior /etc/blueprints
Novos locais

/libs/msm

/apps/msm

Orientações em matéria de reestruturação
  1. Copiar configurações personalizadas de /etc/blueprints para /apps/msm.
  2. Remover /etc/blueprints.
Notas N/A

Configurações de gadget do painel de projetos AEM

Local anterior /etc/projects/dashboard/gadgets
Novos locais

/libs/cq/core/content/projects/dashboard/gadgets

/apps/cq/core/content/projects/dashboard/gadgets

Orientações em matéria de reestruturação

Quaisquer configurações de gadget do painel de projetos AEM novas ou modificadas devem ser migradas para o novo local (/apps).

  1. Copie todas as configurações de gadget do painel de projetos AEM novas ou modificadas do local anterior para o novo local (/apps).
    1. Não copie configurações de gadget do painel de projetos AEM não modificadas, pois elas agora existem no novo local (/libs).
  2. Atualize todos os modelos de Projetos AEM que fazem referência ao Local anterior para apontar para o novo local apropriado.
Notas Se o pacote de compatibilidade com AEM 6.4 for aplicado, será necessário executar as atividades de alinhamento do repositório no momento da remoção do pacote de compatibilidade.

Modelo de e-mail de notificação de replicação

Local anterior /etc/notification/email/default/com.day.cq.replication
Novos locais

/libs/settings/notification-templates/com.day.cq.replication

/apps/settings/notification-templates/com.day.cq.replication

Orientações em matéria de reestruturação

Qualquer modelo de e-mail de notificação de replicação novo ou modificado deverá ser migrado para o novo local (/apps)

  1. Copiar qualquer Modelo de E-mail de Notificação de Replicação novo ou modificado do local anterior para o novo local (/apps).
  2. Remova todos os Modelos de E-mail de Notificação de Replicação migrados do local anterior.
Notas

Os únicos modelos de e-mail de notificação de replicação compatíveis são os novos locais.

A resolução do Modelo de E-mail de Notificação de Replicação ocorre na seguinte ordem:

  1. /etc/notification/email/default/com.day.cq.replication
  2. /apps/settings/notification-templates/com.day.cq.replication
  3. /libs/settings/notification-templates/com.day.cq.replication

Tags

Local anterior /etc/tags
Novos locais /content/cq:tags
Orientações em matéria de reestruturação

Todas as tags devem ser migradas para /content/cq:tags.

  1. Copie todas as tags do local anterior para o novo local.
  2. Remover todas as tags do local anterior.
  3. Por meio do Console da Web do AEM, reinicie o pacote OSGi de marcação do Day Communicator 5 em https://serveraddress:serverport/system/console/bundles/com.day.cq.cq-tagging para que o AEM reconheça que a Nova localização contém conteúdo e deve ser usada.
Notas

Reiniciar o pacote OSGi de marcação do comunicado do dia registrará somente o Novo local como a raiz da tag se o Local anterior estiver vazio.

As referências ao local anterior continuarão a funcionar após a migração para novo local para todas as funcionalidades que usam a API AEM TagManager para resolução de tags.

Qualquer código personalizado que faça referência explicitamente ao caminho /etc/tags deve ser atualizado para /content/ cq :tags ou, de preferência, reescrito para usar a API Java do TagManager, junto com essa migração.

Cloud Services de tradução

Local anterior /etc/cloudservices/translation
Novos locais

/libs/settings/cloudconfigs/translation/translationcfg

/apps/settings/cloudconfigs/translation/translationcfg

/conf/global/settings/cloudconfigs/translation/translationcfg

/conf/<tenant>/settings/cloudconfigs/translation/translationcfg

Orientações em matéria de reestruturação

Qualquer novo Cloud Service de tradução deve ser migrado para o novo local (/apps, /conf/global ou /conf/<tenant>).

  1. Migrar configurações existentes no local anterior para o novo local.
    • Recriar manualmente novas configurações de Cloud Service de tradução por meio da interface de criação do AEM em Ferramentas > Cloud Service > Cloud Service de tradução.
      OU
    • Copie todas as novas configurações de Cloud Service de tradução do local anterior para o novo local (/apps, /conf/global ou /conf/<tenant>).
  2. Associe as configurações de AEM aplicáveis às hierarquias de conteúdo de AEM.
    1. Hierarquias de página do AEM Sites via AEM Sites > Página > Propriedades da página > Guia Avançado > Configuração na nuvem.
    2. Hierarquias de Fragmento de experiência AEM via Fragmentos de experiência do AEM > Fragmento de experiência > Propriedades > Guia Cloud Service > Configuração na nuvem.
    3. Hierarquias de pastas de fragmento de experiência AEM via Fragmentos de experiência do AEM > Pasta > Propriedades > Guia Cloud Service > Configuração na nuvem.
    4. Hierarquias de pastas do AEM Assets via AEM Assets > Pasta > Propriedades da pasta > Guia Cloud Service > Configuração.
    5. Projetos AEM via Projetos AEM > Projeto > Propriedades do projeto > Guia Avançado > Configuração na nuvem.
  3. Desassocie qualquer Cloud Service de tradução herdada migrada das hierarquias de conteúdo AEM mencionadas anteriormente.
Notas

A resolução de Cloud Service de tradução ocorre na seguinte ordem:

  1. /conf/<tenant>/settings/cloudconfigs/translations/translationcfg
  2. /conf/global/settings/cloudconfigs/translations/translationcfg
  3. /apps/settings/cloudconfigs/translations/translationcfg
  4. /libs/settings/cloudconfigs/translations/translationcfg

Os Cloud Service de tradução migrados devem ser compatíveis com o AEM 6.4.

Idiomas para tradução

Local anterior /etc/translation/supportedLanguages
Novos locais

/libs/settings/translation/supportedLanguages

/apps/settings/translation/supportedLanguages

Orientações em matéria de reestruturação

Qualquer definição de idioma de tradução nova ou modificada exige uma migração de todas as definições de idioma de tradução para o novo local (/apps).

  1. Se qualquer adição ou modificação tiver sido feita às definições de Idioma de tradução, copie todas as definições de Idioma de tradução do local anterior para o novo local (/apps).
Notas

A resolução do caminho do idioma de tradução ocorre na seguinte ordem:

  1. /etc/translation/supportedLanguages
  2. /apps/settings/translation/supportedLanguage
  3. /libs/settings/translation/supportedLanguages

Esta resolução não oferece suporte a uma sobreposição de mesclagem, o que significa que o caminho resolvido deve conter todos os Idiomas com suporte e não herdará Idiomas com suporte de resoluções de ordem mais alta.

Regras de tradução

Local anterior /etc/workflow/models/translation/translation_rules.xml
Novos locais

/libs/settings/translation/rules/translation_rules.xml

/apps/settings/translation/rules/translation_rules.xml

/conf/global/settings/translation/rules/translation_rules.xml

Orientações em matéria de reestruturação

Um arquivo XML de regras de tradução modificado deve ser migrado para o novo local (/appsou /conf/global).

1. Copie o arquivo XML de regras de tradução modificado do local anterior para o novo local.

Notas

A resolução XML das regras de tradução de replicação ocorre na seguinte ordem:

  1. /conf/global/settings/translation/rules/translation_rules.xml
  2. /apps/settings/translation/rules/translation_rules.xml
  3. /etc/workflow/models/translation/translation_rules.xml
  4. /libs/settings/translation/rules/translation_rules.xml

Biblioteca cliente do widget de tradução

Local anterior /etc/designs/translation/translationwidget
Novos locais

/libs/settings/wcm/designs/translation/translationwidget

/apps/settings/wcm/designs/translation/translationwidget

Orientações em matéria de reestruturação

Para qualquer design gerenciado em SCM e não gravado no tempo de execução por meio de caixas de diálogo de design.

  1. Copie os designs do Local anterior para o Novo local (/apps?lang=pt-BR).
  2. Converter qualquer CSS, JavaScript e recursos estáticos no Design em um Biblioteca do cliente com allowProxy = true.
  3. Atualizar referências ao Local anterior na cq : designPath propriedade.
  4. Atualize quaisquer Páginas que façam referência ao Local anterior para usar a nova categoria Biblioteca de cliente (isso requer a atualização do código de implementação da Página).
  5. Atualize as regras do Dispatcher do AEM para permitir o fornecimento de Bibliotecas de clientes por meio do /etc.clientlibs/. servlet proxy.

Para qualquer design que NÃO seja gerenciado no SCM e modificado em tempo de execução através de caixas de diálogo de design.

  • Não remova os designs editáveis do /etc.
Notas N/A

Console da Web de ativação da árvore

Local anterior /etc/replication/treeactivation
Novos locais /libs/replication/treeactivation
Orientações em matéria de reestruturação Nenhuma ação necessária.
Notas O Console da Web de ativação da árvore agora está disponível por meio de Ferramentas > Implantação > Replicação > Ativar árvore.

Cloud Service do conector de tradução do fornecedor

Local anterior /etc/cloudservices/<vendor>
Novos locais

/libs/settings/cloudconfigs/translation/<vendor>

/apps/settings/cloudconfigs/translation/<vendor>

/conf/global/settings/cloudconfigs/translation/<vendor>

/conf/<tenant>/settings/cloudconfigs/translation/<vendor>

Orientações em matéria de reestruturação

Qualquer novo Cloud Service do Conector de tradução do fornecedor deve ser migrado para o novo local (/apps, /conf/global ou /conf/<tenant>).

  1. Migre as configurações existentes no local anterior para o novo local.
    • Crie manualmente novas configurações do Cloud Service do Conector de tradução do fornecedor por meio do Interface de criação do AEM em Ferramentas > Cloud Service > Cloud Service de tradução.
      OU
    • Copie todas as novas configurações de Cloud Service do Conector de tradução do fornecedor do local anterior para o novo local (/apps, /conf/global ou /conf/<tenant>).
  2. Associe as configurações de AEM aplicáveis às hierarquias de conteúdo de AEM.
    1. Hierarquias de página do AEM Sites via AEM Sites > Página > Propriedades da página > Guia Avançado > Configuração na nuvem.
    2. Hierarquias de Fragmento de experiência AEM via Fragmentos de experiência do AEM > Fragmento de experiência > Propriedades > Guia Cloud Service > Configuração na nuvem.
    3. Hierarquias de pastas de fragmento de experiência AEM via Fragmentos de experiência do AEM > Pasta > Propriedades > Guia Cloud Service > Configuração na nuvem.
    4. Hierarquias de pastas do AEM Assets via AEM Assets > Pasta > Propriedades da pasta > Guia Cloud Service > Configuração.
    5. Projetos AEM via Projetos AEM > Projeto > Propriedades do projeto > Guia Avançado > Configuração na nuvem.
  3. Desassocie qualquer Cloud Service de tradução herdada migrada das hierarquias de conteúdo AEM mencionadas anteriormente.
Notas

A resolução de Cloud Service de tradução ocorre na seguinte ordem:

  1. /conf/<tenant>/settings/cloudconfigs/translations/<vendor>
  2. /conf/global/settings/cloudconfigs/translations/<vendor>
  3. /apps/settings/cloudconfigs/translations/<vendor>
  4. /libs/settings/cloudconfigs/translations/<vendor>

Modelos de email de notificação de fluxo de trabalho

Local anterior /etc/workflow/notification
Novos locais

/libs/settings/workflow/notification

/conf/global/settings/workflow/notification

Orientações em matéria de reestruturação

Todos os modelos de email de notificação de fluxo de trabalho modificados devem ser migrados para o novo local (/conf/global).

  1. Copie todos os modelos de e-mail de notificação de workflow modificados do local anterior para o novo local.
  2. Remova os modelos de email de notificação de fluxo de trabalho migrados do local anterior.
Notas

A resolução do Modelo de email de notificação do fluxo de trabalho ocorre na seguinte ordem:

  1. /etc/workflow/notification
  2. /conf/global/settings/workflow/notification
  3. /libs/settings/workflow/notification

Pacotes de Fluxo de Trabalho

Local anterior /etc/workflow/packages
Novos locais /var/workflow/packages
Orientações em matéria de reestruturação

Os pacotes de fluxos de trabalho existentes no local anterior devem ser migrados para o novo local.

  1. Remova todos os pacotes de fluxo de trabalho no local anterior que não são referenciados por outro conteúdo e que, de outra forma, não são necessários.
  2. Mova todos os pacotes de fluxo de trabalho no local anterior que não são referenciados por outro conteúdo, mas que são necessários no novo local.
  3. Deixe todos os pacotes de fluxo de trabalho referenciados por outro conteúdo no local anterior.
Notas

Os pacotes de fluxo de trabalho criados por meio do console Miscadmin da interface clássica são mantidos no local anterior, enquanto todos os outros são mantidos no novo local.

Os pacotes de fluxos de trabalho armazenados nos locais anterior ou inferior podem ser gerenciados por meio do console Miscadmin da interface clássica.

Nesta página