Configuração dos pontos finais do Gerenciador de Tarefas

Os pontos de extremidade do Gerenciador de Tarefas permitem que os usuários do Workspace chamem o serviço.

Configurações de ponto de extremidade do Gerenciador de Tarefas

Use as seguintes configurações para configurar um terminal do Gerenciador de Tarefas.

Nome: (Obrigatório) Identifica o terminal. O nome é exibido na visualização do cartão no Workspace. Não inclua um caractere < porque ele truncará o nome exibido no Workspace. Se você estiver inserindo um URL como o nome do ponto de extremidade, verifique se ele está em conformidade com as regras de sintaxe especificadas em RFC1738.

Descrição: Uma descrição do terminal. Não inclua um caractere < porque ele truncará a descrição exibida no Workspace.

Instruções de Tarefa: Instruções para o usuário que start este fluxo de trabalho.

Proprietário do processo: O nome da pessoa responsável pelo processo.

O usuário pode encaminhar a Tarefa: Permite que o usuário encaminhe a tarefa inicial.

Mostrar janela de anexo: Permite que o usuário veja a janela de anexo.

Permitir adição de anexo: Permite que o usuário adicione anexos e observações.

Tarefa inicialmente travada: Bloqueia a tarefa inicial.

Adicionar ACLs para filas compartilhadas: A tarefa inicial é criada com ACLs para usuários da fila compartilhada.

Categorização: (Obrigatório) A categoria na qual o usuário visualizará o formulário no Workspace. Selecione uma categoria na lista ou selecione Nova Categoria para adicionar uma categoria.

Nome da Operação: (Obrigatório) Uma lista de operações que podem ser atribuídas ao endpoint.

Nesta página