Banco de dados do Microsoft SQL Server: Ajuste da configuração

Você deve alterar as configurações padrão ao usar o Microsoft SQL Server. Clique com o botão direito do mouse no servidor local no Oracle Enterprise Manager para acessar a caixa de diálogo de propriedades.

Configurações de memória

Altere a alocação mínima de memória para o maior número possível. Se o banco de dados estiver sendo executado em um computador separado, use toda a memória. As configurações padrão não alocam memória de forma agressiva, o que dificulta o desempenho em quase qualquer banco de dados. Você deveria ser mais agressivo em alocar memória em máquinas de produção.

Configurações do processador

Modifique as configurações do processador e, mais importante, marque a caixa de seleção Aumentar prioridade do SQL Server no Windows para que o servidor use o maior número possível de ciclos. A configuração Usar fibras NT é menos importante, mas talvez você também queira selecioná-la.

Configurações do banco de dados

Altere as configurações do banco de dados. A configuração mais importante é o Intervalo de recuperação, que especifica a quantidade máxima de tempo de espera para a recuperação após uma falha. A configuração padrão é de um minuto. Usar um valor maior, de 5 a 15 minutos, melhora o desempenho, pois dá ao servidor mais tempo para gravar alterações do log do banco de dados de volta nos arquivos do banco de dados.

Observação

Essa configuração não compromete o comportamento transacional, pois altera apenas o comprimento da reprodução do arquivo de log que deve ser feita na inicialização.

Defina o tamanho Espaço alocado para o log e o arquivo de dados como muito maior que o banco de dados inicial. Considere o quanto o banco de dados pode crescer ao longo de um ano. O ideal é que os arquivos de log e de dados sejam alocados em uma extensão contígua para que os dados não acabem fragmentados em todo o disco.

Nesta página