Macros de comando

As macros de comando fornecem atalhos nomeados para conjuntos de comandos.

As macros são definidas em arquivos de definição de macro separados, que podem ser anexados a catálogos de imagens ou ao catálogo padrão.

As macros podem ser chamadas em qualquer lugar em uma solicitação após o '?', bem como em qualquer lugar dentro de um campo catalog::Modifier. As macros só podem representar um ou mais comandos completos do Image Serving, portanto, devem ser delimitadas por separadores '&' (exceto quando no início ou no fim da string do modificador).

As invocações de macro são substituídas por suas sequências de substituição precocemente durante a análise. Comandos em macros substituirão os mesmos comandos na solicitação se ocorrerem antes da chamada de macro na solicitação. Isso é diferente de catalog::Modifier, onde os comandos na cadeia de caracteres de solicitação sempre substituirão os comandos na cadeia de caracteres catalog::Modifier, independentemente da posição na solicitação.

As macros podem ser aninhadas, com a seguinte restrição: uma macro só pode ser invocada se já estiver definida no momento em que a definição da macro for analisada, seja pela exibição anterior no mesmo arquivo de definição de macro, ou colocando a definição de tal macro incorporada no arquivo de definição de macro padrão.

As macros podem ser úteis se os mesmos atributos forem aplicados a imagens diferentes.

http://server/cat/1345?wid=240&fmt=pdf&imageRes=300

http://server/cat/1435?wid=240&fmt=pdf&imageRes=300

http://server/cat/8243?wid=480&fmt=pdf&imageRes=300

Podemos definir uma macro para os atributos comuns:

view wid=240&fmt=pdf&imageRes=300

A macro seria usada da seguinte maneira:

http://server/cat/1345?$view$

http://server/cat/1435?$view$

http://server/cat/8243?$view$&wid=480

Como wid= é diferente para a terceira solicitação, simplesmente substituímos o valor depois de a macro é chamada (especificar wid=antes $view$ não teria efeito).

Nesta página