Importação de dados com modelos de importação

A importação de dados permite coletar dados para alimentar o banco de dados do Campaign.

Como alternativa para os Fluxos de trabalho, o Adobe Campaign oferece uma função de importação simplificada com a qual o usuário gerencia certos tipos de importação que foram definidos por um administrador.

O princípio de execução é o seguinte: um administrador define e gerencia modelos de importação (consulte Definição de modelos de importação). Esses modelos de importação são então disponibilizados a usuários com visualizações simplificadas no menu Profiles & audiences > Imports.

Portanto, esses usuários só precisam selecionar o tipo de importação que desejam realizar e fazer upload do arquivo com os dados que serão importados. O fluxo de trabalho definido pelo administrador é executado de forma transparente para o usuário, que pode acessar os detalhes do resultado da importação após a conclusão.

OBSERVAÇÃO

A função Importar dados pode ser gerenciada por usuários com as funções GENERIC IMPORT (import) e WORKFLOW (workflow). Para saber mais sobre funções, consulte esta seção.

As importações podem ser filtradas de acordo com o modelo a partir do qual foram executadas, sua data de execução e seu status de execução.

  1. Na visão geral das importações, clique no botão Create. O assistente é aberto.

  2. Selecione o tipo de importação que deseja realizar. Os tipos de importação correspondem aos modelos de importação disponíveis.

  3. Se necessário, baixe o arquivo de amostra vinculado ao modelo no seu computador para exibir os tipos de dados esperados no arquivo que será importado.

  4. Baixe o arquivo que contém os dados que serão importados no assistente.

  5. Inicie a importação. O assistente fecha e você é direcionado de volta à lista de importações feitas com o modelo usado.

  6. Atualize a página e selecione a importação que acabou de fazer para exibir os detalhes da execução.

Os detalhes da execução da importação agora estão disponíveis. Tanto o arquivo importado quanto o que contém os dados rejeitados (dados que não foram importados) podem ser baixados no computador.

Configuração de modelos de importação

Os templates de importação permitem que o administrador predefina um certo número de configurações técnicas de importação. Esses templates depois podem ser disponibilizados para os usuários padrão executarem e fazerem upload de arquivos.

Um template de importação é definido pelo administrador funcional e pode ser gerenciado no menu Resources > Templates > Import templates.

Três templates padrão somente leitura estão disponíveis:

  • Update Direct mail quarantines and delivery logs: este template pode servir como base das novas importações para atualizar quarentenas e logs de delivery de correspondência direta. O fluxo de trabalho do template contém as seguintes atividades:

  • Import data: este template pode servir como base das novas importações para inserir dados de um arquivo no banco de dados. O fluxo de trabalho desse template contém as seguintes atividades:

    • Load file: esta atividade permite fazer upload de um arquivo no servidor do Adobe Campaign.
    • Update data: esta atividade permite inserir dados do arquivo no banco de dados.
  • Import list: este template pode servir como base das novas importações para criar um público-alvo do tipo Lista dos dados de um arquivo. O fluxo de trabalho desse template contém as seguintes atividades:

    • Load file: esta atividade permite fazer upload de um arquivo no servidor do Adobe Campaign.
    • Reconciliation: esta atividade permite vincular um targeting dimension aos dados importados. Depois, é possível criar um público-alvo do tipo Lista. Se o targeting dimension dos dados importados não for conhecido, o público-alvo será do tipo File. Consulte Targeting dimensions e recursos.
    • Save audience: esta atividade permite salvar os dados importados na forma de um público-alvo do tipo Lista. O nome do público-alvo salvo corresponde ao nome do arquivo importado pelo usuário, e um sufixo que especifica a data e hora da importação será adicionado. Por exemplo: 'profiles_20150406_151448'.

Esses templates padrão são somente leitura e não estão visíveis para usuários padrão. Para criar um template que estará disponível aos usuários, siga estas etapas:

  1. Duplique um template padrão. O template duplicado contém três guias:

    • Properties: os parâmetros gerais do template de importação. Essa guia permite ativar o template e fazer upload de um arquivo de amostra.
    • Workflow: fluxo de trabalho de importação. Essa guia permite definir as atividades do fluxo de trabalho. Essas atividades não estão visíveis durante as importações simplificadas feitas pelos usuários.
    • Executed imports: lista das importações feitas com este template. Você pode exibir o status, os detalhes e os resultados de cada importação feita usando este template. Você pode acessar o fluxo de trabalho diretamente (feito de maneira transparente para o usuário) desta lista.
  2. Na guia Properties, renomeie o template e adicione uma descrição. Os usuários poderão exibir a descrição quando o template estiver disponível.

  3. Acesse a guia Workflow. Aqui você pode enriquecer o fluxo de trabalho oferecido por padrão adicionando novas atividades de acordo com suas necessidades.

    Para saber mais sobre como configurar as atividades de fluxo de trabalho, consulte o caso de uso descrito nesta seção: Exemplo: importar template de fluxo de trabalho. Esse caso de uso ajudará você a configurar um fluxo de trabalho que poderá ser reutilizado para importar os perfis de um CRM no banco de dados do Adobe Campaign.

  4. Salve o template para que a configuração do fluxo de trabalho seja considerada corretamente.

  5. Carregue um arquivo de amostra da guia Properties. O arquivo carregado só poderá ter colunas necessárias para importações futuras ou dados de amostra. Os dados no arquivo de amostra permitem testar a importação simplificada assim que o fluxo de trabalho for definido.

    Esse arquivo de amostra estará disponível para quem usa o template para fazer uma importação. Os usuários poderão baixá-lo nos computadores, por exemplo, para preenchê-lo com os dados a serem importados. Considere isso ao adicionar um arquivo de amostra.

  6. Salve o template. O arquivo de amostra agora é considerado. Você poderá baixá-lo a qualquer momento no computador para verificar o conteúdo ou modificá-lo marcando a opção Drop a new sample file.

  7. Retorne à guia Workflow e abra a atividade Load file para verificar e ajustar a configuração da coluna do arquivo de amostra que foi carregado na etapa anterior.

  8. Teste a importação iniciando o fluxo de trabalho. O arquivo de amostra carregado na etapa 5 deve conter dados.

    Em seguida, os dados do arquivo de amostra são importados. Verifique se os dados usados são pequenos e fictícios para não comprometer seu banco de dados.

  9. Vá para o log de execução do fluxo de trabalho, disponível na barra de ação. Se encontrar um erro, verifique se as atividades estão configuradas corretamente.

  10. Na guia Properties, defina o Import template status como Available e salve o template. Para interromper o uso desse template, você pode definir o Import template status como Archived.

O fluxo de trabalho do template pode ser modificado fazendo novamente o upload do arquivo de amostra e verificando a configuração Load file.

O template de importação agora está disponível para os usuários e pode ser usado para fazer upload de arquivos.

Tópicos relacionados:

Nesta página