Enriquecimento de conteúdo

Agregadores permitem enriquecer o conteúdo com dados externos. Esses dados vêm de queries genéricos ou tabelas vinculadas.

Consultas genéricas

Os queries são configurados por meio do template de publicação na guia Aggregator.

Os dados recuperados enriquecem o documento de saída XML por meio de seu elemento principal.

Exemplo de retorno de um query no schema do recipient (nms:recipient):

<book name="Content Management">
  ...
  <collection-recipient>
    <recipient lastName="Doe" firstName="John" email="john.doe@aolf.com">
    ...
  </collection-recipient>
</book>

O elemento <collection-recipient> representa o elemento de entrada do documento resultante de um query. Os dados recuperados são retornados sob este elemento; em nosso exemplo, uma lista de recipients.

Adição de uma consulta

Os parâmetros de query são editados por um assistente.

  1. Na primeira página, especifique o rótulo e o schema que contém os dados a serem recuperados.

    OBSERVAÇÃO

    O campo de edição Caminho é usado para renomear o elemento de saída do query.

  2. A próxima página permite que você selecione os dados a serem recuperados.

  3. A próxima página define a condição do filtro.

  4. A última página inicia uma pré-visualização dos dados retornados pelo query.

Tabelas vinculadas

Os links permitem recuperar dados externos vinculados ao conteúdo.

Existem dois tipos de dados vinculados:

  • Links de conteúdo: esse é o modo de gestão de conteúdo nativo. O conteúdo do link é automaticamente integrado no documento de saída XML.
  • Links para tabelas externas dão acesso a todas as outras tabelas do banco de dados com a restrição de recuperar os dados do link selecionado com um agregador.

Um link de conteúdo é declarado no schema de dados da seguinte maneira:

<element expandSchemaTarget="cus:chapter" label="Main chapter" name="mainChapter" type="string"/>

A definição do link é preenchida em uma cadeia de caracteres tipo <element>, e o atributo expandSchemaTarget faz referência ao schema target ("cus:chapter" em nosso exemplo). O schema referenciado deve ser um schema de conteúdo.

O conteúdo do elemento target enriquece o elemento link, ou seja, o elemento <chapter> em nosso schema de exemplo:

<mainChapter computeString="Introduction" id="7011" title="Introduction" xtkschema="cus:chapter">    
  <page>Introduction to input <STRONG>forms</STRONG>.</page>
</mainChapter>
OBSERVAÇÃO

A Cálculo de cadeia de caracteres do link é apresentada a partir do atributo computeString.

No formulário de entrada, o controle de edição do link é declarado da seguinte maneira:

<input type="articleEdit" xpath="mainChapter"/>

O ícone Magnifier permite a abertura do formulário de edição do elemento vinculado.

Para preencher uma coleção de links, adicione o atributo unbound="true" à definição do elemento do link no schema de dados:

<element expandSchemaTarget="cus:chapter" label="List of chapters" name="chapter"  ordered="true" unbound="true"/>

O conteúdo do elemento direcionado enriquece cada elemento de coleta:

<chapter computeString="Introduction" id="7011" title="Introduction" xtkschema="cus:chapter">    
  <page>Introduction to input <STRONG>forms</STRONG>.</page>
</chapter>

No formulário de entrada, o controle de lista é declarado da seguinte maneira:

<input editable="false" nolabel="true" toolbarCaption="List of chapters" type="articleList" xpath="chapter" zoom="true"/>

Uma coluna padrão é exibida para mostrar a Cálculo de cadeia de caracteres dos elementos pretendidos.

Um link para uma tabela externa é declarado no schema de dados da seguinte maneira:

<element label="Main contact" name="mainContact" target="nms:recipient" type="link"/>

A definição do link é preenchida em um link tipo <element>, e o atributo target faz referência ao schema target ("nms:recipient" em nosso exemplo).

Por convenção, os links devem ser declarados do elemento principal do schema de dados.

O Compute string e a chave do elemento target enriquecem os atributos <name>-id e <name>-cs no elemento principal.

No nosso exemplo, o link é preenchido no schema "cus:book", o conteúdo dos dados do link está contido nos atributos "mainContact-id" e "mainContact-cs":

<book computeString="Content management" date="2006/06/08" id="6106" language="en" mainContact-cs="John Doe (john.doe@adobe.com)" mainContact-id="3012" name="Content management" xtkschema="cus:book">

O controle de edição de link é declarado da seguinte maneira:

<input xpath="mainContact"/>

Você pode restringir a opção de elementos target adicionando o elemento <sysfilter> pela definição do link no formulário de entrada:

<input xpath="mainContact">
  <!-- Filter the selection of the link on the Adobe domain -->
  <sysFilter>
    <condition expr="@domain =  'adobe.com '"/>
  </sysFilter>
</input>
OBSERVAÇÃO

Essa restrição também se aplica aos links de conteúdo.

A definição da coleção é idêntica à definição de uma lista em elementos de coleção:

<element label="List of contacts" name="contact" unbound="true">
  <element label="Recipient" name="recipient" target="nms:recipient" type="link"/>
</element>

No formulário de entrada, o controle de lista é declarado da seguinte maneira:

<input nolabel="true" toolbarCaption="List of contacts" type="list" xpath="contact">
  <input xpath="recipient"/>
</input>

OBSERVAÇÃO

A lista é editável e permite selecionar o link de um controle de tipo "link" apresentado acima.

O conteúdo do elemento target enriquece cada elemento de coleção no documento de saída:

<contact id="11504978621" recipient-cs="Doe John (john.doe@adobe.com)" recipient-id="3012"/>
<contact id="11504982510" recipient-cs="Martinez Peter (peter.martinez@adobe.com)" recipient-id="3013"/>

O conteúdo de cada link referenciado é limitado à chave interna e ao elemento pretendido do Cálculo de cadeia de caracteres.

Um script JavaScript é usado para enriquecer o conteúdo dos links por queries SOAP.

Exemplo: Adicionar o nome do recipient ao link "mainContact" e aos links de coleção "contact":

// Update <mainContact> link
var mainContactId = content.@['mainContact-id']
var query = xtk.queryDef.create(
    <queryDef schema="nms:recipient" operation="get">
      <select>
        <node expr="@lastName"/>
      </select>
      <where>
        <condition expr={"@id="+mainContactId}/>
      </where>
    </queryDef>)

var recipient = query.ExecuteQuery()
content.mainContact.@lastName = recipient.@lastName

// Update <contact> link collection
for each(var contact in content.contact)
{
  var contactId = contact.@['recipient-id']
  var query = xtk.queryDef.create(
    <queryDef schema="nms:recipient" operation="get">
      <select>
        <node expr="@lastName"/>
      </select>
      <where>
        <condition expr={"@id="+contactId}/>
      </where>
    </queryDef>
  )
  
  var recipient = query.ExecuteQuery()
  contact.@lastName = recipient.@lastName
}

O resultado obtido após a execução do script:

<mainContact lastName="Doe"/>

<contact id="11504978621" lastName="Doe" recipient-cs="Doe John (john.doe@adobe.com)" recipient-id="3012"/>  
<contact id="11504982510" lastName="Martinez" recipient-cs="Martinez Peter (peter.martinez@adobe.com)" recipient-id="3013"/> 

O conteúdo do código JavaScript é adicionado por meio da pasta Administration > Configuration > Content management > JavaScript Codes e deve ser preenchido no template de publicação para cada transformação.

Nesta página