Teste da migração

Procedimento geral

Dependendo da sua configuração, há várias maneiras de realizar testes de migração.

Você deve ter um ambiente de teste/desenvolvimento para realizar testes de migração. Os ambientes de desenvolvimento estão sujeitos a licença: verifique seu contrato de licença ou entre em contato com o serviço de vendas da Adobe Campaign.

  1. Pare todos os desenvolvimentos em andamento e transfira-os para o ambiente de produção.

  2. Faça um backup do banco de dados do ambiente de desenvolvimento.

  3. Pare todos os processos do Adobe Campaign na instância de desenvolvimento.

  4. Faça um backup do banco de dados do ambiente de produção e o restaure como um ambiente de desenvolvimento.

  5. Antes de iniciar os serviços da Adobe Campaign, execute o freezeInstance.js script de cauterização que permite limpar o banco de dados de quaisquer objetos que estavam sendo executados quando o backup foi iniciado.

    nlserver javascript nms:freezeInstance.js -instance:<instance> -arg:<run|dry>
    
    OBSERVAÇÃO

    O comando é iniciado por padrão em seco e lista todas as solicitações que foram executadas por esse comando, sem iniciá-las. Para executar solicitações de cauterização, use executar no comando.

  6. Certifique-se de que os backups estejam corretos tentando restaurá-los. Certifique-se de acessar o banco de dados, as tabelas, os dados etc.

  7. Teste o procedimento de migração no ambiente de desenvolvimento.

    Os procedimentos completos estão detalhados na seção Pré-requisitos da migração para o Adobe Campaign 7 seção.

  8. Se a migração do ambiente de desenvolvimento for bem-sucedida, você poderá migrar o ambiente de produção.

IMPORTANTE

Devido a alterações feitas na estrutura de dados, a importação e exportação de pacotes de dados não é possível entre uma plataforma v5 e uma plataforma v7.

OBSERVAÇÃO

O comando de atualização do Adobe Campaign (pós-atualização) permite sincronizar recursos e atualizar schemas e o banco de dados. Essa operação só pode ser executada uma vez e somente no servidor de aplicativos. Depois de sincronizar os recursos, a variável pós-atualização permite detectar se a sincronização gera erros ou avisos.

Ferramentas de migração

Várias opções permitem medir o impacto de uma migração e identificar os possíveis problemas. Essas opções devem ser executadas:

  • no configuração comando:

    nlserver.exe config <option> -instance:<instanceName>
    
  • ou na pós-atualização:

    nlserver.exe config -postupgrade <option> -instance:<instanceName>
    
OBSERVAÇÃO

Você deve usar o -instance:<instanceame> opção. Não recomendamos usar o -allinâncias opção.

-showCustomEntities e -showDeletedEntities opções

  • O -showCustomEntities exibe a lista de todos os objetos não padrão:

    nlserver.exe config -showCustomEntities -instance:<instanceName>
    

    Exemplo de mensagem enviada:

    xtk_migration:opsecurity2 xtk:entity
    
  • O -showDeletedEntities exibe a lista de todos os objetos padrão que estão ausentes no banco de dados ou no sistema de arquivos. Para cada objeto ausente, o caminho é especificado.

    nlserver.exe config -showDeletedEntities -instance:<instanceName>
    

    Exemplo de mensagem enviada:

    Out of the box object 'nms:deliveryCustomizationMdl' belonging to the 'xtk:srcSchema' schema has not been found in the file system.
    

Processo de verificação

Integrado como padrão no comando pós-atualização, esse processo permite exibir avisos e erros que podem causar falha na migração. Se forem exibidos erros, a migração não será executada. Se isso acontecer, corrija todos os erros e reinicie o postupgrade.

Você pode iniciar o processo de verificação sozinho (sem migração) usando o comando:

nlserver.exe config -postupgrade -check -instance:<instanceName>
OBSERVAÇÃO

Ignore todos os avisos e erros que têm o código JST-310040.

As seguintes expressões são pesquisadas (diferencia maiúsculas de minúsculas):

Expressão
Código de erro
Tipo de log
Comentários
.@
PU-0001
Aviso
Esse tipo de sintaxe não é mais compatível na personalização de delivery. Consulte JavaScript. Caso contrário, verifique se o tipo de valor está correto.
common.js
PU-0002
Aviso
Esta biblioteca não deve ser usada.
logon(
PU-0003
Aviso
Este método de conexão não deve mais ser usado. Consulte Aplicações web identificadas.
novo SoapMethodCall(
PU-0004
Aviso
Essa função só é compatível quando usada no código JavaScript executado de uma zona de segurança que esteja em sessionTokenOnly modo.
sql=
PU-0005
Erro
Esse tipo de erro gera uma falha de migração. Consulte SQLData.
SQLDATA
PU-0006
Erro
Esse tipo de erro gera uma falha de migração. Consulte SQLData. Se você obtiver logs de erro de aplicativos web do tipo visão geral (migração da v6.02), consulte Configurar Campanha.
crmDeploymentType="onpremise"
PU-0007
Erro
Esse tipo de implantação não é mais compatível. O Office 365 e o tipo de implantação do conector do Microsoft CRM no local foram descontinuados.
Se estiver usando um desses tipos de implantação obsoletos em uma conta externa, essa conta externa deverá ser excluída e você deverá executar a variável pós-atualização comando.
Para alterar para implantação da API da Web, consulte Aplicações web.

Também é realizada uma verificação de coerência de banco de dados e esquema.

Opção de restauração

Essa opção permite restaurar objetos prontos se tiverem sido modificados. Para cada objeto restaurado, um backup das alterações é armazenado na pasta selecionada:

nlserver.exe config -postupgrade -restoreFactory:<backupfolder> -instance:<instanceName>
OBSERVAÇÃO

É altamente recomendável usar caminhos de pasta absolutos e manter a estrutura de árvore de pastas. Por exemplo: backupFolder\nms\srcSchema\billing.xml.

Resumo da migração

Se você reiniciar o pós-atualização após uma falha de migração, ele será retomado do mesmo local em que foi interrompido.

Nesta página