Plug-in da Adobe: inList

IMPORTANTE

Esse plug-in é fornecido pela Adobe Consulting como cortesia para ajudar você a tirar maior proveito do Adobe Analytics. O Atendimento ao cliente da Adobe não fornece suporte para este plug-in, o que inclui instalação ou solução de problemas. Se você precisar de ajuda com esse plug-in, entre em contato com o Gerente de conta de sua organização. Ele pode organizar uma reunião com um consultor para obter ajuda.

O plug-in inList permite verificar se um valor já existe em uma string delimitada ou em um objeto de matriz JavaScript. Vários outros plug-ins dependem do plug-in inList para funcionar. Esse plug-in oferece uma vantagem distinta em relação ao método JavaScript indexOf(), no qual não é possível corresponder strings parciais. Por exemplo, se você usou este plug-in para verificar "event2", ele não corresponderá a uma string que contém "event25". Este plug-in não é necessário se você não precisa verificar valores em strings delimitadas ou matrizes, ou se deseja usar sua própria lógica de indexOf().

Instale o plug-in usando a extensão Adobe Experience Platform Launch

A Adobe oferece uma extensão que permite usar os plug-ins usados com mais frequência.

  1. Faça logon em launch.adobe.com usando as credenciais da Adobe ID.
  2. Clique na propriedade desejada.
  3. Vá para a guia Extensões e clique no botão Catálogo.
  4. Instale e publique a extensão Plug-ins comuns do Analytics.
  5. Caso ainda não o tenha feito, crie uma regra denominada "Inicializar plug-ins" com a seguinte configuração:
    • Condição: Nenhuma
    • Evento: principal – biblioteca carregada (início da página)
  6. Adicione à regra acima uma ação com a seguinte configuração:
    • Extensão: Plug-ins comuns do Analytics
    • Tipo de ação: inicializar inList
  7. Salve e publique as alterações na regra.

Instale o plug-in usando o editor de código personalizado do Launch

Se você não quiser usar a extensão do plug-in, poderá usar o editor de código personalizado.

  1. Faça logon em launch.adobe.com usando as credenciais da Adobe ID.
  2. Clique na propriedade desejada.
  3. Vá até a guia Extensões e clique no botão Configurar na extensão do Adobe Analytics.
  4. Expanda a opção Configurar rastreamento usando código personalizado, que revela o botão Abrir editor.
  5. Abra o editor de código personalizado e cole na janela de edição o código do plug-in fornecido abaixo.
  6. Salve e publique as alterações na extensão do Analytics.

Instalar o plug-in usando o AppMeasurement

Copie e cole o seguinte código em qualquer lugar no arquivo AppMeasurement depois que o objeto de rastreamento do Analytics for instanciado (usando s_gi). A preservação de comentários e números de versão do código na sua implementação ajuda a Adobe a solucionar possíveis problemas.

/******************************************* BEGIN CODE TO DEPLOY *******************************************/
/* Adobe Consulting Plugin: inList v3.0 */
function inList(lv,vtc,d,cc){var b=lv,e=vtc,c=d,f=cc;if("-v"===b)return{plugin:"inList",version:"3.0"};a:{if("undefined"!==typeof window.s_c_il){var a=0;for(var d;a<window.s_c_il.length;a++)if(d=window.s_c_il[a],d._c&&"s_c"===d._c){a=d;break a}}a=void 0}"undefined"!==typeof a&&(a.contextData.inList="3.0");if("string"!==typeof e)return!1;if("string"===typeof b)b=b.split(c||",");else if("object"!==typeof b)return!1;c=0;for(a=b.length;c<a;c++)if(1==f&&e===b[c]||e.toLowerCase()===b[c].toLowerCase())return!0;return!1};
/******************************************** END CODE TO DEPLOY ********************************************/

Usar o plug-in

O método inList aceita os seguintes argumentos:

  • lv (obrigatório, string ou array): uma lista delimitada de valores ou um objeto de matriz JavaScript que passará por pesquisa
  • vtc (obrigatório, string): o valor a ser pesquisado
  • d (opcional, string): o delimitador usado para separar valores individuais no argumento lv. O padrão é uma vírgula (,) quando um valor não está definido.
  • cc (opcional, booleano): se definido como true, é feita uma verificação que diferencia maiúsculas de minúsculas. Se definido como false ou omitido, então é feita uma verificação que não diferencia maiúsculas de minúsculas. O padrão é false.

Chamar esse método retornará true se encontrar uma correspondência e false se não encontrar uma correspondência.

Exemplos de chamadas

Exemplo #1

Se…

s.events="event22,event24";

… e o código a seguir for executado…

if(s.inList(s.events,"event22"))

…a declaração condicional if será verdadeira

Exemplo #2

Se…

s.events="event22,event24";

… e o código a seguir for executado…

if(s.inList(s.events,"event2"))

…a declaração condicional if será falsa porque a chamada do inList não fez uma correspondência exata entre event2 e qualquer um dos valores delimitados em s.events

Exemplo #3

Se…

s.events="event22,event24";

… e o código a seguir for executado…

if(!s.inList(s.events,"event23"))

…a declaração condicional if será verdadeira porque a chamada do inList não fez uma correspondência exata entre event23 e qualquer um dos valores delimitados em s.events (observe o operador "NOT" no início da chamada de variáveis do inList).

Exemplo #4

Se…

s.events = "event22,event23";

… e o código a seguir for executado…

if(s.inList(s.events,"EVenT23","",1))

… a declaração condicional if será falsa. Embora esse exemplo não seja prático, ele demonstra a necessidade de ter cautela ao usar o sinalizador que diferencia maiúsculas de minúsculas.

Exemplo #5

Se…

s.linkTrackVars = "events,eVar1";

… e o código a seguir for executado…

if(s.inList(s.linkTrackVars,"eVar1","|"))

… a declaração condicional if será falsa. O valor do argumento d transmitido para a chamada (ou seja, "|") presume que os valores individuais em s.linkTrackVars são delimitados por um caractere de barra vertical, enquanto na realidade, os valores são delimitados por uma vírgula. Nesse caso, o plug-in tentará fazer uma correspondência entre o valor inteiro de s.linkTrackVars (ou seja, "events,eVar1") e o valor a ser procurado (ou seja, "eVar1").

Histórico da versão

3.0 (19 de março de 2021)

  • Adição do número da versão como dados de contexto.

v2.1 (26 de setembro de 2019)

  • Adicionada a opção para que o argumento cc não seja booleano. Por exemplo, 1 é um valor válido de verificação de letras maiúsculas e minúsculas.

v2.0 (17 de abril de 2018)

  • Versão pontual (recompilada, menor tamanho de código).

v1.01 (27 de setembro de 2017)

  • Código otimizado para reduzir o tamanho

v1.0 (2009)

  • Versão inicial.

Nesta página

Adobe Summit Banner

A virtual event April 27-28.

Expand your skills and get inspired.

Register for free
Adobe Summit Banner

A virtual event April 27-28.

Expand your skills and get inspired.

Register for free
Adobe Maker Awards Banner

Time to shine!

Apply now for the 2021 Adobe Experience Maker Awards.

Apply now
Adobe Maker Awards Banner

Time to shine!

Apply now for the 2021 Adobe Experience Maker Awards.

Apply now