Como funcionam as repetições

O Cross-Device Analytics faz duas passagens de dados em um conjunto de relatórios virtual:

  • Compilação em tempo real: o CDA tenta compilar cada ocorrência à medida que elas chegam. Os novos dispositivos de rede para o conjunto de relatórios que nunca se conectaram normalmente não são compilados neste nível. Os dispositivos já reconhecidos são imediatamente compilados.
  • Repetições: aproximadamente uma vez por semana, o CDA “repete” dados com base em identificadores exclusivos que aprendeu. É nesse estágio que os novos dispositivos do conjunto de relatórios são compilados.

Tabela de exemplo

As tabelas a seguir ilustram como ambos os métodos do CDA (Compilação em campo e Gráfico de dispositivos) calculam o número de pessoas únicas:

Compilação em tempo real

Assim que uma ocorrência é coletada, o CDA tenta compilá-la em dispositivos conhecidos. Considere o exemplo a seguir, em que Bob usa dois dispositivos.

Dados como aparecem no dia em que são coletados:

Carimbo de data e hora ECID eVar1 ou CustomerID Explicação da ocorrência Métrica Pessoas (cumulativa) usando o Gráfico de dispositivos Métrica Pessoas (cumulativa) usando a Compilação em campo
1 246 - Bob no seu computador desktop, não autenticado 1 (246) 1 (246)
2 246 Bob Bob faz logon em seu desktop 1 (246) 2 (246 e Bob)
3 3579 - Bob no seu dispositivo móvel, não autenticado 2 (246 e 3579) 3 (246, Bob e 3579)
4 3579 Bob Bob faz logon no dispositivo móvel 2 (246 e 3579) 3 (246, Bob e 3579)
5 246 - Bob acessa seu site novamente no desktop, não autenticado 2 (246 e 3579) 3 (246, Bob e 3579)
6 246 Bob Bob faz logon novamente via desktop 2 (246 e 3579) 3 (246, Bob e 3579)
7 3579 - Bob acessa seu site novamente em um dispositivo móvel 2 (246 e 3579) 3 (246, Bob e 3579)
8 3579 Bob Bob faz logon novamente via celular 2 (246 e 3579) 3 (246, Bob e 3579)

As ocorrências não autenticadas e autenticadas em novos dispositivos são contadas como pessoas separadas (temporariamente).

  • Se estiver usando o gráfico de dispositivos, as ocorrências não autenticadas em dispositivos reconhecidos serão colocadas em ponto ativo depois que um cluster for publicado pelo gráfico de dispositivos. A publicação em cluster leva de três horas a duas semanas.

    Uma terceira pessoa cumulativa também é adicionada quando um cluster é publicado. Essa terceira pessoa representa o próprio cluster, além dos dispositivos individuais. Este terceiro “indivíduo” permanece até que os dados sejam repetidos.

    A atribuição não funciona em dispositivos até que um cluster seja publicado e, mesmo assim, somente pontos ativos da publicação em diante. No exemplo acima, nenhuma das ocorrências é compilada em dispositivos ainda. A atribuição entre dispositivos em ocorrências existentes não funciona até após a repetição da compilação.

  • Se estiver usando a compilação em campo, as ocorrências não autenticadas em dispositivos reconhecidos serão compiladas em tempo real a partir desse ponto.

    A atribuição funciona assim que a variável personalizada de identificação se vincula a um dispositivo. No exemplo acima, todas as ocorrências, exceto as 1 e 3, são compiladas em tempo real (todas usam o identificador Bob). A atribuição funciona nas ocorrências 1 e 3 após a repetição da compilação.

OBSERVAÇÃO

As ocorrências com carimbo de data e hora com mais de 12 horas não são compiladas no fluxo ativo. No entanto, essas ocorrências são incluídas na repetição da compilação, desde que estejam na janela de retrospectiva de repetição.

Repetir a compilação

A repetição ocorre diariamente ou semanalmente, dependendo de como você solicitou a configuração do CDA. Durante a repetição, o CDA tenta reafirmar os dados históricos em uma janela de pesquisa definida:

  • A repetição diária usa uma janela de pesquisa de 1 dia
  • A repetição semanal usa uma janela de pesquisa de 7 dias.

Se um dispositivo enviar dados inicialmente sem autenticação e fizer logon, o CDA vinculará essas ocorrências não autenticadas à pessoa correta. A tabela a seguir representa os mesmos dados acima, mas mostra números diferentes com base na repetição dos dados.

Os mesmos dados após a repetição:

Carimbo de data e hora ECID eVar1 ou CustomerID Explicação da ocorrência Métrica Pessoas (cumulativa) usando o Gráfico de dispositivos Métrica Pessoas (cumulativa) usando a Compilação em campo
1 246 - Bob no seu computador desktop, não autenticado 1 (Cluster1) 1 (Bob)
2 246 Bob Bob faz logon em seu desktop 1 (Cluster1) 1 (Bob)
3 3579 - Bob no seu dispositivo móvel, não autenticado 1 (Cluster1) 1 (Bob)
4 3579 Bob Bob faz logon no dispositivo móvel 1 (Cluster1) 1 (Bob)
5 246 - Bob acessa seu site novamente no desktop, não autenticado 1 (Cluster1) 1 (Bob)
6 246 Bob Bob faz logon novamente via desktop 1 (Cluster1) 1 (Bob)
7 3579 - Bob acessa seu site novamente em um dispositivo móvel 1 (Cluster1) 1 (Bob)
8 3579 Bob Bob faz logon novamente via celular 1 (Cluster1) 1 (Bob)

Nesta página