Relatórios de fontes de tráfego

IMPORTANTE

A Adobe está mudando o Ad Hoc Analysis para o fim da sua vida útil em 1º de março de 2021. Saiba mais

Os relatórios de fontes de tráfego fornecem um insight detalhado sobre como os visitantes interagem com o site da Web.

Relatórios de fontes de tráfego

Os relatórios de fontes de tráfego fornecem um insight detalhado sobre como os visitantes interagem com o site da Web.

Os relatórios de fontes de tráfego permitem:

  • Analisar os aspectos essenciais do comportamento dos visitantes.
  • Monitorar e entender os padrões de tráfego.
  • Identificar o conteúdo mais popular do site.
  • Segmentar os visitantes por qualquer critério mensurável.

Persistência comum

Em Fontes de tráfego, todos os valores do relatório persistem e recebem crédito até que sejam substituídos ou que a visita termine, o que ocorrer primeiro. Anteriormente, somente palavras-chave e domínios referenciadores persistiam. Por exemplo, se um visitante realizar uma pesquisa no Google por "DVD," que os trás até seu site para uma compra de $100, o relatório aloca um crédito de $100 para a palavra-chave "DVD" e também para o mecanismo de pesquisa do Google. Essa funcionalidade é inalterável, independentemente das configurações do Admin Console.

Palavras-chave de pesquisa

Exibe uma análise das palavras-chaves de pesquisas dos tipos Todas, Pagas e Naturais.

Palavras-chave de pesquisa - Todas: mostra a análise de cada palavra-chave de pesquisa natural usada para encontrar o seu site. É possível classificar esta lista por exibições da página ou palavras-chave de pesquisa, clicando no título da coluna acima da listagem. Clique na lente de aumento ao lado de uma palavra-chave de busca para ver os resultados da pesquisa para o site.

Palavras-chave de pesquisa - Pagas: mostra o detalhamento de cada palavra-chave de pesquisa paga usada para encontrar o site. É possível classificar esta lista por exibições da página ou palavras-chave de pesquisa, clicando no título da coluna acima da listagem. Clique na lente de aumento ao lado de uma palavra-chave de busca para ver os resultados da pesquisa para o site.

Palavras-chave de pesquisa - Naturais: mostra o detalhamento de cada palavra-chave de pesquisa usada para encontrar o site. É possível classificar esta lista por exibições da página ou palavras-chave de pesquisa, clicando no título da coluna acima da listagem. Clique na lente de aumento ao lado de uma palavra-chave de busca para ver os resultados da pesquisa para o site.

Mecanismos de pesquisa

Exibe quais mecanismos de pesquisa são usados pelos visitantes para pesquisas dos tipos Todas, Pagas e Naturais.

Mecanismos de pesquisa - Todos: mostra quais mecanismos de pesquisa as pessoas estão usando para localizar sua página da Web. O gráfico mostra o detalhamento da porcentagem dos mecanismos de pesquisa usados para localizar o site.

Mecanismos de pesquisa - Pagos: mostra quais mecanismos de pesquisa as pessoas estão usando para localizar sua página da Web. O gráfico mostra o detalhamento da porcentagem dos mecanismos de pesquisa usados para localizar o site.

Mecanismos de pesquisa - Naturais: mostra quais mecanismos de pesquisa as pessoas estão usando para localizar sua página da Web. O gráfico mostra o detalhamento da porcentagem dos mecanismos de pesquisa usados para localizar o site.

Domínios de referência

Mostra os domínios que indicaram os clientes que mais tiveram impacto nas métricas de sucesso do site. Os referenciadores são divididos em duas categorias principais: Domínios e URLs. Domínios referem-se ao nome do domínio e aparecem como o domínio base, sem a sequência de consulta nem subdiretórios anexados. URLs incluem o nome de domínio base, bem como qualquer sequência de consulta ou subdiretórios.

Domínios de referência originais

Exibe os referenciadores originais que geraram clientes para o seu site. Os clientes podem visitar seu site várias vezes e ter um referenciador diferente para cada visita. Este relatório mostra como eles foram encaminhados na primeira vez que chegaram ao seu site. Isso pode ajudá-lo a saber se eles continuaram a usar o mesmo referenciador e visualizar os padrões de como os clientes são referenciados ao seu site. É possível ver o número de visitantes gerados por um referenciador original ou descobrir o valor da receita que cada referenciador original gerou. Os Relatórios de referenciadores podem ser preenchidos a cada vez que um visitante chega ao site, mesmo que o visitante acesso o local diversas vezes durante uma sessão (antes da visita expirar.)

Referenciadores

Mostra o domínio ou URL de onde os visitantes vieram antes de chegarem ao site, os métodos utilizados para encontrar site e o número de visitas ao site que vieram desses locais de referência.

Por exemplo, se um visitante clica em um link do Site A e chega do site, Site A é o referenciador se não for definido como parte de seu domínio. Durante a implementação de relatórios e análises de marketing, o seu consultor de implementação pode ajudá-lo a definir os domínios e os URLs que fazem parte do site. (Essa alteração pode ser feita após a implementação.)

Os domínios ou URLs que não façam parte desses domínios e URLs definidos são considerados referenciadores. Por exemplo, se a página da Web A e a página da Web B são adicionadas ao filtro interno de URL, mas a página da Web C não é. Nesse caso, a página da Web C é considerada um referenciador.

Consulte Filtros internos de URL na ajuda do Admin Console para obter mais informações.

Observação

Os relatórios e análises de marketing registram um domínio de referência como um email quando visitantes clicam em um link de mensagem enviado por email contendo o protocolo imap:// ou mail:// e chegam em seu site. Por exemplo, qualquer item vindo de https://mail.yahoo.com não é contado como um referenciador de email porque o protocolo é https://. Emails do Outlook são indicados na linha Digitado/Marcado, enquanto qualquer referenciador com um protocolo HTTP, onde o domínio é um mecanismo de pesquisa conhecido, é indicado na linha Mecanismo de pesquisa.

Tipo de referenciador

Ao rastrear e registrar os sites de referência dos visitantes para cada visita, você pode determinar como os visitantes descobriram o site em cada visita.

A lista abaixo define os diversos tipos de referenciadores:

  • Referenciadores de outros sites são registrados quando os visitantes clicam em um link localizado em uma página em outro site (não definida como parte do site) e chegam ao site.

  • Referenciadores do Mecanismo de pesquisa são registrados quando os visitantes usam um mecanismo de pesquisa para acessar site.

  • As referências Digitadas/Adicionadas como favorito são gravadas

    • Se um visitante entrar no site usando um link sem navegador (por exemplo, em um email).
    • Se um visitante digitar o URL do site diretamente no navegador.
    • Se um visitante clicar em um link HTML no disco rígido pessoal.
    • Se um visitante acessar o site, selecionando os marcadores do navegador.

Definições

Os itens da linha a seguir podem ser exibidos ao executar este relatório:

No seu site: Estes itens são URLs marcadas pelos filtros internos do URL. Esses itens não são contados como instâncias do referenciador, mas podem ser visualizados quando relatados em outras medidas.

Sem Java Script: Não havia nenhum JavaScript, então o tipo não pôde ser identificado (desconhecido). Isso significa que não haviam informações do referenciador fornecidas por um cliente em um navegador, o qual não informa ser compatível com JavaScript. Isso não é contado como "instâncias do referenciador", mas pode ser visualizado quando relatado em outras medidas.

USENET (grupo de notícias): Isso significa que o URL para o referenciador começava com news://. Como tal, o link do referenciador foi postado em um grupo de notícias do Usenet em vez de na página da Web.

Observação

A lógica de Tipo de referenciador corresponde a outros relatórios de fonte de tráfego (como Referenciadores e Domínios de referência). Isso deve reduzir ou eliminar as ocorrências dos itens de linha Dentro do seu site e Sem JavaScript no relatório de Tipo do Referenciador.

Nesta página