Criar modelos de código padronizados

O QUE: para uma implementação de “linha de base” (ou seja, o que sua empresa considera ser os KPIs obrigatórios para todos os sites do Adobe Analytics), sua organização deve ter um único método de implementação, quando possível. Por exemplo, use a mesma estrutura de camada de dados entre os sites e a mesma regra/código personalizado do gerenciador de tags para capturar dados, como pesquisas internas ou informações de perfil do visitante.

POR QUE: ter uma implementação de linha de base repetível e escalável torna a adição de novos elementos ou novos sites/aplicativos uma tarefa simplificada e de baixo esforço, além de manter sua implementação limpa e fácil de solucionar problemas. Usar um método uniforme também facilita que novos administradores/desenvolvedores fiquem online e entendam com o que estão trabalhando.

COMO: adote um modelo de formato único para entregar aos desenvolvedores quando um novo site ou aprimoramento de marcação ficar online. Normalmente, um documento do Word funciona bem, em que você pode destacar os seguintes itens:

  • Variáveis que estão sendo implementadas, a finalidade dessas variáveis e quando devem ser definidas. Por exemplo:
Variável do AA Descrição Quando/Onde definir Como definir
eVar8 Palavras-chave de pesquisa interna Na aterrissagem da página de resultados da pesquisa interna camada de dados
event8 Contagem de pesquisas internas Na aterrissagem da página de resultados da pesquisa interna Regra de inicialização
  • Detalhe sobre como definir. É aqui que você pode especificar quaisquer objetos de camada de dados necessários e sua sintaxe, bem como quaisquer regras TMS que precisam ser configuradas e os detalhes da configuração da regra.
  • Casos de teste para garantir que sejam abordados no controle de qualidade e em todas as variáveis que você espera ver em um caso de teste bem-sucedido. Descreva o que uma implementação bem-sucedida deve incluir quando o desenvolvedor testar esse aprimoramento.

Idealmente, esse documento só precisará ser aprimorado para o próximo site, em que você atualiza as noções básicas como nome da propriedade, convenção de nomenclatura da página etc. Não é necessário reinventar a roda a cada vez, e você pode economizar mais tempo.

Autores(as)

Este documento foi coescrito por:

Christel Guidon

Christel Guidon, gerente de plataforma de análise digital do NortonLifeLock
Especialista em Adobe Analytics

Rachel Fenwick

Rachel Fenwick, consultora sênior da Adobe

Nesta página